Maestro João Carlos Martins fala sobre superação e vitórias

joao-carlos-martins.JPG O maestro João Carlos Martins, curador da primeira temporada do projeto Música no Museu, que terá 40 apresentações gratuitas ao longo do ano, faz palestra no Museu da Casa Brasileira no dia 18 de março, às 20h. Na parte final, tocará algumas peças no piano.

Considerado um dos maiores intérpretes de Johann Sebastian Bach, João Carlos Martins teve como um dos pontos altos de sua carreira a gravação da obra completa para teclado deste gênio da música. Logo após, devido a problema físico, teve que abandonar a carreira de pianista, canalizando para a regência sua paixão pela música, e revelando uma determinação sem igual. Nesse momento, segundo ele, começou a colecionar as vitórias mais importantes de sua carreira. O maestro João Carlos Martins se eleva a um patamar raramente alcançado por outros músicos brasileiros no século 20.

No início do evento, será apresentado um vídeo de 10 minutos, produzido por Ricardo Carvalho, que retrata a vida artística do João Carlos Martins: o início de sua carreira no piano, um concerto triunfal com o maestro Zubin Metha, até a doença nas mãos, o fim da carreira de pianista e o começo de sua atuação como regente. Logo depois, João Carlos Martins falará sobre sua vivência da determinação e da superação diante dos inesperados problemas físicos nas mãos, que o impediram de continuar a ser um dos maiores intérpretes de Bach. Ele vai destacar os resultados conseguidos, abordará temas como resiliência, superação, foco em resultado, trabalho em equipe e fará uma comparação entre o funcionamento de uma orquestra e o de uma instituição.

O projeto Música no Museu tem pelo terceiro ano consecutivo o patrocínio da Aços Villares e é uma realização do MCB, organização social de cultura integrante da rede de museus da Secretaria de Estado da Cultura. Os espetáculos musicais acontecem aos domingos, às 11h.

Museu da Casa Brasileira // Av. Faria Lima, 2705 – Jardim Paulistano São Paulo // Tel. 11 3032-3727 // Entrada gratuita // Estacionamento: R$ 10,00 // Café do Museu: aberto

Foto de Paulo Fridman

Sampa em campanha – Dylan já

Cole no vidro do carro, na carteira da faculdade, na testa. Será que vai rolar? Os produtores pediram entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões para uma apresentação extra no domingo e a Prefeitura vai atrás.  Show gratuito, a céu aberto, galera com cabelo blowin’ in the wind…Vale o pensamento positivo.

dylan3.JPG

Walverdes comemora 15 anos de carreira e lança blog

walverdes01.jpg

A notícia vem quentinha das mãos da amiga Flávia Durante: uma das mais importantes bandas do rock independente brasileiro, os gaúchos do Walverdes iniciam as comemorações de seus 15 anos de carreira com três shows no estado de São Paulo. A mini-turnê se inicia na capital dia 13 de março, na Festa da Peligro, no Milo Garage. Dia 14 tocam no Clube Praga, onde mostram todas as músicas do próximo disco, a ser gravado em maio e lançado em 2008.

A pedido dos fãs a banda relança pelo selo Open Field o clássico EP “90 Graus”, original de 1999. E no blog www.walverdes15.blogspot.com prometem relembrar os melhores momentos da história da banda.

Ativa desde 1993, a banda Walverdes já lançou quatro álbuns e tocou por todo o Brasil, participando dos principais festivais de rock independente (Goiânia Noise, Ruído Festival, Calango, Varadouro, DoSol,) e tocou com dezenas de bandas brasileiras (Ultraje a Rigor, Nação Zumbi, Replicantes, Autoramas, Forgotten Boys) e internacionais (Supergrass, Breeders, Nada Surf, Nebula).

O som dos Walverdes tem como principais influências grandes nomes do rock em todos os tempos, como Stooges, The Who, Deep Purple, Black Sabbath, Ramones, Nirvana, Mudhoney, Sonic Youth e Queens of The Stone.

Atualmente a banda continua tocando ao vivo enquanto aguarda o início das gravações do álbum que vai seguir “Playback”, lançado em 2005 pela gravadora paulista Mondo 77. No último ano, a banda já vem testando as músicas novas nos seus shows por Santa Catarina, São Paulo, Acre, Rio grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Walverdes são: Gustavo “Mini” Bittencourt (voz e guitarra), Marcos Rübenich (bateria) e Patrick Magalhães (baixo e voz)

Dia 13 de março // Milo Garage – Rua Minas Gerais, 203 A // 23h // R$ 10,00 // www.milogarage.com

Dia 14 de março // Abertura: Zefirina Bomba // Clube Praga – Rua Turiassú, 483 // 23h // R$ 10,00 // www.clubepraga.com.br

Contato: walverdes@yahoo.com // www.myspace.com/walverdes // (11) 9290.7018 ou (51) 9144.7518

O que rola: de Ana Cañas a Iron Maiden

Semana agitada no mundo da música em São Paulo. A semana promete shows da nova queridinha do jazz Ana Cañas e também a volta do Iron Maiden aos palcos paulistanos. Veja abaixo o que rola de legal na semana!

SHOWS

— A jovem paulistana Ana Cañas apresenta, com voz poderosa, um repertório bem selecionado de jazz nesta quinta-feira (28) no Sesc São Caetano. O auditório tem capacidade para apenas 140 pessoas e é recomendado comprar ingressos com antecedência.

Sesc São Caetano // Rua Piauí, 554 // 28/02, 20h // informações: 4223-8800

— No domingo, dia 2 de março, a bola rolando dá lugar ao heavy metal do Iron Maiden no estádio Palestra Itália, zona oeste da cidade. Apesar de os ingressos já estarem esgotados, quem chegar ao Palestra antes do show não deve se surpreender com o número de cambistas com ingressos disponíveis.

Palestra Itália // Rua Turiaçu, 1840 // Portões abrem às 15h

— Se seu gosto pende mais pro lado “popular”, a dupla sertaneja Bruno e Marrone (aqueles que gritam) se apresenta no Credicard Hall na sexta (29), sábado (1º) e domingo (2). Intérpretes de vários hits como “Dormi na Praça”, a dupla faz um show com bastante tecnologia no palco, inclusive com reprodução de imagens 3D.

Credicard Hall // Avenida das Nações Unidas, 17955 // Ingressos e informações: 6846-6000

— Na fervilhante Rua Augusta, a melhor opção da semana fica por conta do show da clássica banda Velhas Virgens, no Inferno. Até a meia-noite, a entrada sai por R$ 15. Depois, sai por R$ 20. Imperdível!

Inferno // Rua Augusta, 501 // Informações: 3120-4140

EXPOSIÇÕES

— Começa na próxima quinta-feira (28), no Masp, a exposição Estratégias para Entrar e Sair da Modernidade: Arte no Brasil 1911-1980 na Coleção Itaú. Na curadoria de Teixeira Coelho entram 135 obras do acervo do Banco Itaú, feitas entre 1911 e 1980. Há peças de Cândido Portinari, Vicente do Rego Monteiro, Lasar Segall, Flávio de Carvalho, Iberê Camargo e Lygia Pape. Veja algumas obras da exposição.

Masp // Avenida Paulista, 1578 // Terça, quarta e sexta a domingo, 11h às 18h; quinta, 11h às 20h // R$ 15,00 e R$ 7,00 (meia-entrada)

TEATRO

— Paulo Vilhena e Beto Bellini estréiam na próxima quinta-feira (28) a peça “O Arquiteto e o Imperador da Assíria“, de Fernando Arrabal, no Espaço dos Satyros. “A história mostra o encontro entre um “selvagem” que vivia sozinho em uma ilha e um ilustrado cidadão cosmopolita que, após um acidente com seu avião, cai na ilha e se apresenta ao nativo como sendo o “Imperador da Assíria””.

Espaço dos Satyros Dois // Praça Franklin Roosevelt, 134 // Informações: 3258-6345 // Quinta e sexta, 21h // R$ 30,00

Você tem mais alguma dica para esta semana? Deixe sua opinião nos comentários!

A foto é de divulgação da Ana Cañas.