Arquivo vivo do Roda Viva

A TV Cultura, um patrimônio paulista, inova mais uma vez ao disponibilizar boa parte do arquivo de um de seus principais programas, o Roda Viva.

Inicialmente, o site disponibilizará, na íntegra, 205 entrevistas históricas, com personalidades como Ayrton Senna, Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso, Fidel Castro, José Serra, Luís Carlos Prestes, Luiz Inácio Lula da Silva, Paulo Autran, Pedro Almodóvar, e muitos outros. A idéia, até 2009, é ter todo o banco de dados das mais de mil entrevistas gravadas pelo programa.

O “Memória Roda Viva” dispõe de um conteúdo no formato texto, acrescido de verbetes, referências, fotos e pequeno vídeo. Um sistema de navegação simples permite que se encontre rapidamente uma determinada entrevista. Além disso, um mecanismo de busca e a divisão por cinco grandes temas visam facilitar pesquisas mais específicas. Ou seja, o internauta também pode pesquisar assuntos que foram abordados e/ou citados durante os programas, por meio de um mecanismo de busca que identifica palavras-chave.

Palmas para a ótima iniciativa do Roda Viva, que vem se reiventando nos últimos meses, com nova apresentadora, uso do twitter e mais interação com os telespectadores…

Mais pontos de conexão em SP

O caderno de tecnologia do Estadão desta segunda-feira trouxe uma matéria sobre os profissionais “nômades”, aqueles que não se prendem mais ao escritório e trabalham de qualquer lugar que tenha uma conexão.

Esta modalidade de trabalho ainda está engatinhando em São Paulo, mas já temos muitos espaços onde podemos ser nômades sem sermos incomodados por garçons, guardas ou balconistas. Do blog da Paula Rizzo, citada na matéria:

Este estilo é marcado pelo rompimento das fronteiras casa-trabalho e pela possibilidade de trabalhar em qualquer lugar e a qualquer hora, garantido pela tecnologia (sobretudo wifi e mobile)

O trendwatcher Michell Zappa criou um mapa muito legal com os melhores lugares para trabalhar sossegado, conectado via wi-fi, na cidade. Veja os estabelecimentos aqui!

O encontro de 2 mundos

Uma boa pedida para esta quarta-feira é o lançamento do livro “Internet: o encontro do 2 mundos“, que acontece às 19h na Fnac da Avenida Paulista.

O livro é composto por uma série de textos de pessoas que “pensam” a internet há muito tempo e vem rechedo de conteúdo de qualidade. Tiago Dória, Luli Radfahrer, René de Paula Jr. e muitos outros fazem parte da coletânea.

Do Webinsider

O objetivo deste livro é justamente reunir não apenas textos, mas sim conselhos, desafios e reflexões de 44 dos profissionais mais admirados e influentes do mercado brasileiro, um dos mais respeitados do mundo quando a palavra-chave é Internet, sejam eles sobre comunicação, tecnologia, direito, publicidade, comércio, gestão, empreendedorismo, blogs, webwriting, usabilidade, conteúdo ou carreira.:

O lançamento na Fnac terá palestra do Gil Giardelli e a presença de muitos autores do livro. Apareça por lá!

Where the hell is Matt? In São Paulo, of course!

Quem se lembra daquele vídeo que rodou a net com um cara dançando bem sem coordenação em vários lugares do mundo? Matt Harding, celebridade da web, produziu o vídeo mais visto no YouTube em 2006 e agora prepara uma nova série de danças descoordenadas.

Neste fim de semana, o norte-americano esteve em Sampa e gravou com cerca de 50 pessoas um clipe que deve entrar em seu novo vídeo. Ele se reuniu com os fãs paulistanos no domingo, na escadaria dos jardins do Museu do Ipiranga, debaixo de uma garoa fina, para gravar cerca de 30 segundos de vídeo.

Do G1:

“Recebi centenas de e-mails de brasileiros me convidando para vir para cá. Tinha gente reclamando que eu não fui ao Rio quando viajei o mundo pela primeira vez, e outros pedindo para dançar comigo”, conta Matt, atualmente em sua terceira jornada ao redor do planeta. “Era algo que eu precisava fazer. E, como o vídeo de agora é mais focado nas pessoas, e não nos lugares, nada melhor do que mostrar o carinho dos brasileiros.”

Assista ao vídeo dos paulistanos abaixo:

Vamos organizar o caos de São Paulo?

O Urbanistas apareceu no último domingo em uma matéria muito boa sobre os blogs paulistanos e como os antigos “diarinhos virtuais” estão mudando a percepção das pessoas sobre a cidade. Com o título “O caos de São Paulo organizado nos blogs“, a reportagem dá vários exemplos de blogs como o nosso.

Do “O Estado de S. Paulo“:

A discussão sobre os novos valores do IPTU vem precedida de um comentário sobre as deliciosas receitas de uma doçaria judaica do Bom Retiro. Logo depois, um post adianta as tendências de um festival de música eletrônica marcado para setembro. No meio de assuntos tão diversos, fotos e comentários da quarta edição da Virada Cultural, realizada no mês passado. Na blogosfera paulistana, anônimos ajudam atualmente a ampliar discussões de temas e assuntos com impacto direto na vida dos moradores da capital. A São Paulo do trânsito caótico e da noite vibrante já é retratada em diversos endereços eletrônicos, criados de forma despretensiosa por profissionais liberais, estudantes, associações de bairro e até por estrangeiros radicados por aqui.

Só para complementar a matéria, acrescentamos que os amigos de faculdade citados são Lucasof, Fernanda Fontes e Mayara Geraldini, núcleo original do Sampaist. E o outro que aparece na foto, Athos Sampaio, se juntou ao grupo um pouco mais tarde. O Urbanistas é obra conjunta dessa galera que aparece sorridente, molhada e com frio na foto de quase 30 centímetros no Estadão, além de todos os que já escreveram por aqui.

A reportagem do Estadão também citou o Blog de São Paulo, o Blog do Morumbi e o CidadeDeSP.blog. Além desses, acrescentamos à lista de blogs paulistanos o Paulistar e o Agenda Cultural. UPDATE: a matéria também citou o blog da Ana Carmen, que passou batido na postagem inicial. Vale a visita!

Facilite sua vida de cidadão na internet

Este post faz parte do Movimento Blog Voluntário, uma ação online, concomitante ao Dia Global do Voluntariado Jovem, com ações voltadas ao combate do analfabetismo digital. Participe você também!

Nossa dica para reduzir o “analfabetismo digital” não tem nada a ver com Twitter, blogs ou coisas do gênero. Vamos tentar fazer um resumão dos serviços que você, caro paulistano, pode usar na internet para deixar sua vida mais fácil. Afinal, existem diversos serviços e utilidades na web que muita gente não conhece e não usa.

Transportes

Quer saber como ir de ponto A ao ponto B no menor tempo possível? Precisa de uma aula de física? Não… Basta consultar no site da SPTrans os itinerários de ônibus ou simular a sua viagem no site do Metrô.

Quer saber onde é o “centro expandido” do rodízio municipal de veículos? Basta olhar no mapa disponibilizado no site da CET e evitar tomar aquela multa desnecessária. E ainda há diversos serviços disponibilizam, em tempo real, a situação do trânsito na cidade.

No site da governo, também é possível consultar multas de trânsito e ver se seu veículo foi guinchado.

Se você quiser consultar o valor do IPVA e ver se há débitos pendentes, basta dar um pulo no site do governo do Estado.

Leia mais…