As igrejas e templos mais bonitos de São Paulo

A diversidade religiosa de São Paulo é impressionante e a cidade abriga centenas de igrejas, templos, mesquitas, sinagogas, terreiros… Veja abaixo uma lista das construções religiosas mais bonitas e mais importantes da capital.

Catedral Ortodoxa de São Paulo
Igreja Ortodoxa
Foto no Flickr do betta design
A Catedral Ortodoxa de São Paulo, perto da estação Paraíso do Metrô, é a Sé da Arquidiocese da Igreja Católica Ortodoxa Antioquina no Brasil.

É um exemplo de construção arquitetônica bizantina que pode ser apreciado na América do Sul. Seu projeto, cuja edificação teve início da década de 1940, foi inspirado na Basílica de Santa Sofia em Constantinopla (atual Istambul).

Leia mais…

“O Decapitador” está em São Paulo

Deapitator

Avisados sobre o pessoal antenado do Twitter, descobrimos que “The Decapitator” está em São Paulo, barbarizando pelas ruas dos Jardins.

“The Decapitator”, ou “O Decapitador”, é um artista não identificado que iniciou seus trabalhos em Londres. Ficou famoso por decapitar a cabeça de modelos em fotos de cartazes e outdoors, colocando um rastro de sangue e ossos no lugar.

Da Época SP:

As obras, que já causaram polêmica em Londres, espantaram paulistanos desavisados que transitavam pelo Shopping Iguatemi e Rua Oscar Freire neste mês. Com modelos sem cabeças, anúncios de marcas famosas e cartazes de revistas de moda ficaram aterrorizantes e causaram alvoroço em dois dos principais pontos de comércio de luxo da cidade.

ATUALIZAÇÃO: O Urbanistas chega atrasado e informa que o Trash It Up, da Bean, já está na cola do “Decapitador” desde a semana passada.

Segundo o Trash It Up, o Decapitador alcançou a “fama” no começo do ano passado, “quando conseguiu roubar centenas de jornais em Londres e arrancar a cabeça do Beckham da última página do jornal”. No vídeo abaixo, publicado no blog, você vê como o artista (ou a artista?) conseguiu o efeito:

“Gelada Express” para os dias de preguiça

gelada_expressSabe aquela sexta-feira que você está com a geladeira vazia e seus amigos aparecem em casa de surpresa? Sabe aquela preguiça que dá de ir até o mercado comprar uma cerveja e esperar gelar? É para essas horas que existem serviços como o “Gelada Express“, que promete fazer o delivery de bebidas geladas e apetrechos como açúcar, limão e gelo de quinta a domingo.

Pelo que explica o site, o Gelada Express funciona como um delivery de pizzaria. Você liga, escolhe as bebidas e eles entregam em casa. E ainda prometem que a bebida vai chegar gelada. “Bem gelada”, diz o site.

Os valores, obviamente, são um pouco mais altos que no mercado. E ainda há a taxa de entrega de R$ 3 para pedidos abaixo de R$ 30. Mesmo assim, se o serviço funcionar mesmo e realmente entregar o que promete, vale a pena ser testado.

O serviço só funciona de quinta a domingo e tem uma área de entrega limitada. Vá ao site do Gelada Express para saber como fazer seu pedido e garantir a diversão do fim de semana.

Estamos no “As Últimas”

O site “As Últimas“, do jornalista Pedro Dória, lançou nesta semana a seção “São Paulo”, que compila diversos blogs e sites com notícias sobre a cidade.

Inspirado no site Alltop, o “As Últimas” conseguiu reunir vários blogs paulistanos e lá você poderá ter uma boa noção do que está rolando pela cidade. Tem até blog escrito em inglês e espanhol!

Segundo a explicação no site:

as últimas faz algo simples: agrega a web. É um agregador. O melhor daquilo circulando nos blogs e sites neste momento, se foi escrito em português, está aqui. É como um mapa. Ou um instantâneo. As últimas não produz conteúdo: leva ao conteúdo onde ele está.

O Urbanistas está lá, muito bem acompanhado pelo Sampa Meu Lugar, São Paulo Metrópole, Inside São Paulo, Blog de São Paulo e muitos outros!

Primeiro debate dos candidatos à Prefeitura de SP

A campanha eleitoral já começou em São Paulo e você nem deve ter percebido. Ainda sem muito alarde na imprensa, sem propaganda no rádio e na TV, os candidatos já fazem suas caminhadas, seus eventos de “corpo a corpo” e já tem até site de campanha no ar (muito fraco, por sinal).

Mas pelo jeito a disputa à Prefeitura de São Paulo só vai começar a pegar fogo mesmo com o primeiro debate aberto da internet do Brasil, que acontece na próxima quinta-feira e é promovido pelo portal iG.

Do iG:

O debate terá três blocos. No primeiro, os candidatos vão responder, ao vivo, às perguntas enviadas pelos internautas em formato de vídeo. Para participar, basta gravar e enviar sua pergunta pelo site. O prazo se esgota às 23h59 do dia 14 de julho. As questões devem ter, no máximo, trinta segundos, ser direcionadas a todos os candidatos e não conter ofensas de nenhuma espécie. Os internautas também podem votar nas melhores questões, em um ranking que vai de 0 a 5 estrelas.

Gilberto Kassab (DEM), Paulo Maluf (PP), Soninha Francine (PPS) e Ivan Valente (PSoL) são os primeiros nomes a confirmar presença no debate do iG entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo. Marta e Alckmin ainda não se pronunciaram.

Do Tiago Dória:

No ano passado, em parceria com o YouTube, a CNN promoveu um debate parecido com os pré-candidatos à presidência dos EUA. Até hoje, é considerado o debate com maior audiência jovem nos EUA.

Disclaimer: apesar de não termos vínculos com o iG, três coloaboradores do Urbanistas (inclusive eu) trabalham no portal.

Speedy fora do ar em SP

Cerca de 25% dos usuários de banda larga do País, todos concentrados no Estado de São Paulo, amanheceram sem internet nesta manhã. Por um problema nos sistemas da Telefonica, o Speedy não funcionou o dia inteiro e milhares de pessoas ficaram sem comunicação.

Além dos usuários residenciais, a queda no sistema do Speedy deixou diversas repartições públicas sem sistema. Delegacias ficaram sem fazer boletins de ocorrência, o PoupaTempo não conseguiu poupar o tempo de ninguém e até os bancos, públicos e privados, ficaram sem conexão.

Segundo o UOL:

A Anatel (Agencia Nacional de Telecomunicações) informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que ainda está apurando os motivos da pane nos serviços de transmissão de dados da Telefônica. Por enquanto, não há estimativa do total de usuários afetados, nem dos serviços que estão indisponíveis.

Até a publicação deste post, o sistema da Telefonica ainda não havia voltado. Os consumidores que se sentirem prejudicados pela falha podem (e devem) reclamar no Procon e, caso necessário, entrar com ação no Tribunal de Pequenas Causas.