A estação de metrô é uma pechincha!

A notícia vem de Nova York, direto do nosso “ex-blog mãe”, o Gothamist. A Autoridade Metropolitana de Transportes (ou M.T.A. na sigla em inglês) conseguiu finalmente concluir a venda dos direitos sobre o nome de uma estação de metrô da cidade. A partir de 2012, a estação atualmente conhecida como Atlantic Avenue-Pacific St. passa a ser “Estação Barclays” (sim, o Banco Barclays “comprou” o nome da estação!)

A MTA, que gerencia todo o sistema de transportes de Nova York, vai receber US$ 200 mil dólares por ano para ceder o nome de uma de suas estações ao banco londrino. Em época de crise, ter US$ 200 mil por ano, durante vinte anos, até que não é um mau negócio. Mas até que ponto esse tipo de transação afeta o cotidiano da cidade?

Vamos imaginar a mesma situação em São Paulo. Digamos que o governo do Estado decida vender o nome de alguma estação para a iniciativa privada. Qual estação seria a primeira a parar nas mãos de alguma empresa? Imagina combinar um ponto de encontro na “estação Banco do Brasil”? Eu não aprovo, e você?!

Foto no Flickr do @MSG



2 Responses to “A estação de metrô é uma pechincha!”

  1. Pelo volume de pessoas que “visitarão” a estação, eu acho uma mixaria. Isso dá pouco mais que US$15.000 por mês, o que não paga nem um anúncio em uma boa revista semanal.

  2. Já imaginaram mudar no nome da Estação Paraíso para “Vá de Volks”.

    Do jeito que nossos governantes não estão nem aí para a opinião pública, logo alguém dará essa maravilhosa idéia.