Carrega na catraca?

A edição 771 do Jornal do Ônibus, produzida pela Prefeitura através da SPTrans e colada nas janelas dos coletivos por aí, está surpreendentemente ligada a um dos temas da campanha eleitoral desse ano — exibe os numerões dos postos de recarga do bilhete único espalhados nas regiões. O folheto é válido até o fim de outubro.

Urbanistas achou estranho: Athenas

Pepsi_Gelo_SXC

Paramos no bar numa sexta à noite, por acaso: íamos a outro, que estava lotado. “Aquele bar embaixo da escola de inglês” vinha a calhar.

Mesa para cinco. Por algum motivo, o garçom informou que só poderíamos ter uma para quatro — o bar estava cheio, mas havia mesas e cadeiras vazias. Como o quinto elemento só chegaria mais tarde, sentaram-se quatro e, quando o último chegou, simplesmente pegamos uma cadeira sem dar satisfação. Cadeira estofada, com braços de madeira, cara de confortável — só cara, para 4/5 da galera, que reclamou do assento depois da primeira meia hora.

Como sugere o nome do lugar, o cardápio traz pratos gregos, como a mussaka. Mas o dia era pra bar, então sanduíche, chope, petiscos, refrigerante… Pedidos feitos. A Pepsi light com gelo veio sem gelo. Deixa passar, que o papo tá bom. Uma boa porção de batatas fritas cortadas em pedaços grandes; bolotas de queijo das generosas, também. E vamos para o segundo chope.

O sanduíche sem tomate veio com tomate. A falha remete, claro, à falta do gelo da Pepsi light, mas logo a mesa se divide entre os que defendem devolver o lanche e os que defendem apenas tirar o tomate. Afinal, o tomate “contamina” o resto? Sim! Não! Frescura. Eu tenho um amigo que não pode porque tem problema de fígado e… Tomate tirado. Aquele chope não chegou e, no horizonte, nada de garçons. Um ou outro nos cantos, mirando o infinito, talvez a Acrópole. O plano era juntar mais repescagens: uma bebida e outro sanduíche também não tinham chegado.

Conversa vai, tempo também.

“Desisti do meu sanduíche”. Nova rodada de discussão à mesa. Pedimos pra cancelar? Ele pode estar vindo… Mas pode não estar, e o cara vai lembrar e pedir, pra não dar o braço a torcer… Vamos conferir depois na conta. “Nem quero mais, passa a batata”.

“Desisti do meu cosmo”. Garçom surgiu, finalmente novo pedido daquele chope. Pepsi light com gelo para substituir a bebida — nem palavra sobre o sanduíche. O cara volta com o chope e uma Pepsi normal na bandeja. “A sua é light? Ah!”.

Foi uma noite legal, claro, que a gente não estraga encontro com o pessoal por bobagem. O bar virou assunto pra risada, mas não que precisasse. Na conta, nada do sanduíche que nunca veio, e outro detalhe revelador. Na anotação daquele primeiro refrigerante, a comanda especificava, cheia de importância: “sem gelo”.

Serviço (que aqui funciona!): R. Augusta, 1.449, esquina com a R. Antonio Carlos // Fone: 3262-1945