O ataque das algas?

O G1 publicou hoje uma imagem curiosa do Rio Tietê. Parte de uma das margens foi tomada por uma vegetação aquática ainda de origem desconhecida.

Do G1:

Técnicos da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) dizem que o fenômeno teve origem em um ponto de água parada, uma lagoa ou represa, com excesso de matéria orgânica, resultado de poluição ou de fatores naturais. Segundo a Cetesb, essas plantas devem ter sido levadas para o rio após as chuvas. Técnicos percorriam nesta tarde o rio em busca do ponto de onde a vegetação teve origem. A Cetesb diz que a presença da planta em água corrente é pouco comum.

Talvez tenha sido o aquecimento global, não?



Comments are closed.