Festa de São Vito no Brás

A tradicional festa de São Vito, organizada pela colônia italiana no Brás, será aberta oficialmente neste domingo. É a sua chance de ouvir a tarantella, comer uma massa das mamas de São Vito e ainda ajudar a paróquia.

Entre as novidades deste ano está a cobertura, que torna a São Vito a maior festa de rua coberta de São Paulo. A estrutura, que está sendo montada, deve ocupar 1260m² da Rua Polignano A’Mare.

Ano passado, o Guto fez um passeio pela festa e postou seu relato:

Para quem gosta de comida italiana, é um programa imperdível. Há barracas de várias comidas típicas (lazanha, nhoque, polenta) e não típicas também (tempurá e yakisoba). A mais concorrida (mais de meia hora na fila) é a da ficazella, uma espécie de fogazza. Muito boa!

E há os doces também. Numa mesma barraca, dá para escolher entre os mais diversos pavês, bolos e pudins. São gostosos, mas não é nada que vá ficar na memória. Já o amaretto, um biscoitinho de amêndoa… Esse vale a viagem. E costuma acabar rápido! O bom é que quase tudo custa três reais. Ou seja, com quinze reais você come uma ficazella de entrada, passa para a polenta (deliciosa) e depois come um pudim de sobremesa. Com os seis que sobraram, bebe um vinho quente e leva um pacotinho de amareto para casa.

Festa de São Vito // R. Polignano A Maré, 51 // 17h às 23h



One Response to “Festa de São Vito no Brás”

  1. Não confundam… a tradicional festa de SÃO VITO é realizada há mais 90 anos pela ASSOCIAÇÃO SÃO VITO MÁRTIR – http://www.associacaosaovito.com.br/
    E NÃO TEM QUALQUER LIGAÇÃO COM A PAROQUIA. Esta por sua vez, há 12 faz a sua versão na rua.