Dengue em São Paulo

Recebemos hoje o e-mail abaixo, que reproduzimos na íntegra. Junto com o e-mail, veio também anexada as imagens dos mosquistos que o autor matou na própria casa. É bom ficar de olho para evitar que a epidemia de dengue no Rio de Janeiro chegue a São Paulo.

Meu nome é Calixto Júnior, sou morador do bairro do Campo Limpo – ZS da capital. Senti o aumento no número de mosquitos (pernilongos) nas últimas semanas e nesta última segunda (feriado) matei 3 mosquitos bem parecidos com o Aedes aegipty (preto com listras brancas).

Aí começou o drama, pois já liguei na

- Secretaria da Saúde – não resolvem
- Disque Saúde – não resolvem
- Bombeiros – não resolvem
- Controle de Zoonoses – pediram para ligar na subprefeitura

Na subprefeitura da minha região pediram para eu levar os mosquistos até eles para analisarem. Informei que há um terreno baldio próximo a minha residência e eles disseram que a gente (moradores do bairro) precisa ir lá ver se há algum foco do mosquito, sem considerar que o matagal que tem no terreno é retrato do descaso do proprietário.

Já existem 3 pessoas com sintomas da doença e sinceramente NÃO SEI O QUE FAZER! Será que é preciso morrer alguma dessas pessoas para aí sim tomarem uma atitude.
Já não chegam as pessoas morrendo no Rio de Janeiro?
O que devo fazer?”

Caro Calixto, honestamente, não sabemos o que fazer. O negócio é encher o saco da subprefeitura e divulgar a mensagem para amigos em outros blogs.



3 Responses to “Dengue em São Paulo”

  1. Seria uma boa levar isso também até o blog da Soninha, já que ela é vereadora e teoricamente poderia dar um toque por lá também, não?

  2. Seria bom se fizessem um multirão pra ver o que tem por lá mesmo, antes prevenir do que remediar também.

  3. Calixto, sou Agente de Saúde na ZL e, quando achamos esses mosquitos, encaminhamos para SUVIS regional. Lá eles fazem a análise e também tomam as providências necessárias. Seria interessante que desse uma ida na SUVIS e tentasse um auxílio para evitar também uma epidemia. Boa sorte.