Terremoto em São Paulo – o dia seguinte

terremoto em são paulo

Reparou como ninguém falou em Isabella Nardoni hoje? O assunto do dia, em todas as rodinhas, era o terremoto que aconteceu em São Paulo na última terça-feira.

Felizmente, o tremor de 5.2 graus na escala Richter não feriu ninguém e não deixou danos materiais. Segundo especialistas, se o terremoto fosse um pouco mais forte, a cidade certamente teria prejuízos. O Tiago Dória resumiu bem como a internet foi usada para propagar informações rapidamente. Twitter, blogs, Orkut… a internet brasileira teve um pico de audiência por volta das 21h30, quando a maioria das pessoas normalmente está vendo novela.

Do Último Segundo:

O terremoto registrado nesta terça-feira foi gerado graças a um “rompimento” das placas tectônicas da região. “As placas vão se movimentando, o que é normal, mas, em uma determinada hora, elas perdem uma espécie de elasticidade e se rompem”, disse o especialista em sismologia da Universidade de Brasília (UnB), Dr. Lucas Vieira Barros. Segundo Barros, novos tremores podem ocorrer nos próximos dias, porém, com menor intensidade.

Aqui no Urbanistas, tivemos um pico sensacional de audiência e comentários, com internautas relatando casos em São Paulo, Rio, ABC Paulista, Minas… A experiência, apesar de assustadora para alguns, foi interessante para mostrar como as notícias agora correm rapidamente por aí.

UPDATE: O SPTV publicou nesta noite um vídeo muito bacana de uma câmera na avenida Paulista que flagrou o momento exato do terremoto. A câmera, que é fixa, treme consideravelmente. Assista abaixo:

Foto da Agência Brasil.



One Response to “Terremoto em São Paulo – o dia seguinte”

  1. pow kara foi muitO feio

    no rio de janeiro eu estava no sofar
    ai eu o abaju caiu ai eu estava com medo
    minha mae pensou que era eu que tinha derubado
    mais ela viu da tv …

    affzao♥