O blog do subprefeito

vmariana.jpg

Semana passada conversamos com Fábio Lepique, subprefeito da Vila Mariana, durante a interdição da boate/casa de prostituição “Solid Gold”. Conversa vai, conversa vem, descobrimos que o cara tem um blog, onde escreve sobre o cotidiano da Subprefeitura.

Jovem (34 anos), boa praça, Lepique trabalhou por quatro anos na Secretaria de Comunicação do governo FHC, com o então ministro Andrea Matarazzo. Trabalhou também no governo Alckmin, em SP, e desde 2006 está à frente da Subprefeitura da Vila Mariana.

Seu blog, longe de ter o tom “oficialesco” dos políticos, é escrito em primeira pessoa e em um tom bem informal. Segundo Lepique, o blog é um bom meio de interação com os moradores da região sob sua tutela, que, por meio dos comentários, fazem pedidos e reclamações. Um dos trechos mais engraçados foi escrito recentemente. Xingado de FDP durante a lacração de um bar, o subprefeito responde “via blog“:

“Há quem ache que FDP é dono de bar que pensa que está acima da lei, dando diariamente uma banana para a população que não consegue dormir”.

A sacada do blog (http://subdavilamariana.zip.net/) é muito boa e já está nos nossos favoritos. Seria muito produtivo para a cidade se todos os subprefeitos (e até os vereadores) tivessem um canal de comunicação direto com os cidadãos.

Foto no Flickr da lucyinthesky



3 Responses to “O blog do subprefeito”

  1. Nessa linha, recomendo o site da vereadora Soninha Francine, onde ela presta contas sobre o mandato, e também seu blog do Gabinete, onde conta muitas coisas sobre o dia-a-dia de quem tenta manter o respeito a seus princípios em um ambiente que é absurdo em muitos aspectos. Algumas coisas que ela conta chegam a ser revoltantes e, mesmo para quem não curte muito a pessoa dela, valem a pena ser lidas para se saber como funcionam as coisas na Câmara.

  2. Nessa linha, recomendo o site da vereadora Soninha Francine, onde ela presta contas sobre o mandato, e também seu blog do Gabinete, onde conta muitas coisas sobre o dia-a-dia de quem tenta manter o respeito a seus princípios em um ambiente que é absurdo em muitos aspectos. Algumas coisas que ela conta chegam a ser revoltantes e, mesmo para quem não curte muito a pessoa dela, valem a pena ser lidas para se saber como funcionam as coisas na Câmara.

  3. Bom, gostaria muito que o subprefeito desse um fim na barulheira que a “obra” ao lado de minha casa faz há meses até as 02:30 da madruga…ninguém dorme!!