Retrospectiva 2007: Wi-fi de graça em São Paulo

Nem parece que passou tanto tempo, mas esta já é a segunda retrospectiva do Sampaist. Até o fim do ano, vamos relembrar os posts mais legais, interessantes ou inusitados de 2007. Hoje destacamos o “Google Map Mashup” que fizemos com os locais onde você pode acessar à internet sem fio de graça na cidade!

Comprou um laptop com wi-fi e não sabe onde usá-lo? Não pense que é fácil encontrar redes abertas e gratuitas em São Paulo. Os locais mais populares com conexão sem fio usam redes fechadas, que pedem login e senha de algum provedor (Vex, Asas, etc). Veja no mapa abaixo os locais com wi-fi de graça em São Paulo!



Vídeo da Semana

Já que São Paulo é a “terra da garoa”, o vídeo é uma “visão fotográfica e poética da chuva” na cidade.

Vídeo no YouTube do phpampolin

Réveillon na Paulista terá mais de seis horas de show

revpaulistaflickr.jpg

A 11ª. edição do Réveillon na Paulista, que deverá receber mais de 2 milhões de pessoas na avenida mais famosa de São Paulo, já tem roteiro definido. A abertura, às 20h, será uma homenagem a capital paulista e contará com apresentação do artista Cacau Brasil (??). Em seguida, a Tropa de Elite invade a festa em show da banda Tihuana. O funk também estará representado por Mc Leozinho, um respingo carioca, cantando seus maiores sucessos.

A contagem regressiva, momento mais esperado do evento, será comandada por Leonardo, que passa o microfone para Lulu Santos fazer o primeiro show de 2008 (começaremos mal, heim). E como não poderia ser diferente, a festa acaba em samba da melhor qualidade, com apresentação da Escola de Samba Mocidade Alegre.

Estrutura
Para garantir a tranqüilidade do evento haverá 2 mil homens entre Polícia Militar, Guarda Civil Metropolitana e seguranças particulares contratados pela Playcorp, idealizadora e organizadora do evento. As equipes contarão, ainda, com o apoio de viaturas, motos, helicóptero Águia, Bases Comunitárias e um sistema instalado pela produção do evento que inclui oito câmeras com alcance de 1km cada, que serão distribuídas ao longo da Avenida Paulista.

Como chegar
Como o trânsito da Avenida Paulista será interditado para o tráfego de veículos a partir das 12h00, do dia 31 de dezembro, e voltará a sua normalidade a partir das 5h00, do dia 1º de janeiro, a melhor maneira de chegar ao evento é pelo Metro. O sistema operará ininterruptamente sua três linhas durante a madrugada do dia 1º, com as estações abertas para embarque e desembarque até as 2 horas da madrugada.

Após este horário, as estações Paraíso e Clínicas ficarão abertas para embarque, enquanto as demais estações continuam funcionando para desembarque. As estações Trianon e Consolação serão fechadas às 19h, do dia 31, e reabertas às 4h40, do dia 1º. O Metrô solicita que os usuários adquiram antecipadamente o bilhete para a volta.

Comida, bebida e ambulatórios
Além disso, serão instalados 10 ambulatórios com médicos e enfermeiros de plantão, colocados em pontos estratégicos da Avenida Paulista, incluindo ambulâncias e UTIs móveis que cuidarão da remoção dos pacientes que precisarem de cuidados especiais. Também haverá 80 pontos de venda ao longo da Avenida com alimentos e bebidas variados.

Para as pessoas com necessidades especiais será instalada, bem em frente ao palco, uma estrutura específica na altura da Rua Ministro Rocha Azevedo. O acesso ficará na barricada frontal do palco.

Dicas importantes da Polícia Militar
Para completar o forte esquema de segurança do evento, ainda haverá uma revista especial montada pela PM e a avenida será totalmente gradeada com mais de 7 km de estruturas metálicas. Todo mundo no cercadinho e nada de furtar uma lembrança do MASP!

Materiais cortantes, garrafas, e fogos estão proibidos e serão retidos nestes acessos. A PM recomenda que as pessoas evitem levar mochilas e objetos pontiagudos, como guarda-chuvas. Elas também precisam ter atenção com o manuseio de câmeras fotográficas e celulares.

Quem levar crianças para assistir a virada do ano na Paulista precisará tomar um cuidado redobrado. Também é importante que as crianças tenham algum tipo de identificação com os nomes dos pais, telefones de contatos e endereço.

A Polícia Militar ainda recomenda que as pessoas carreguem apenas um único documento de identificação, como: RG e CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Dinheiro também deve ser levado apenas o suficiente para o consumo de bebidas e alimentos, que serão comercializados nos 80 pontos de venda autorizadas do evento. Além disso, é aconselhável evitar a utilização de cartões de créditos.

A 11ª edição do Réveillon na Paulista conta com o apoio de Prefeitura de São Paulo e o patrocínio máster do Santander e co-patrocínio da Femsa, com as marcar Coca-cola e a cerveja Sol. A iniciativa é idealizada e organizada pela Playcorp Promoções e Entretenimento.

A foto é do Leandro, que cobriu o Réveillon da Paulista no ano passado.

Imagem da Semana

imgdasemana_francohoff.jpg

Imagem no Flickr do Franco Hoff.

Retrospectiva 2007: Sampaist entrevista Ludov

banda_ludov_medio.jpg

Nem parece que passou tanto tempo, mas esta já é a segunda retrospectiva do Sampaist. Até o fim do ano, vamos relembrar os posts mais legais, interessantes ou inusitados de 2007. O ano que termina foi cheio de entrevistas aqui no blog. Destacamos abaixo a conversa que tivemos com Mauro Motoki, integrante da banda Ludov.

A banda paulistana Ludov acaba de lançar seu segundo CD, o “Disco Paralelo”. O agora quarteto continua pop até onde pode, e jura que o ritual de passagem do primeiro para o segundo álbum foi tranqüilo. Pelo menos do lado deles. Rejeitando o rótulo de “mais maduros”, eles preferem dizer que estão apenas mais… livres.

Conversamos com o integrante multiinstrumentista Mauro Motoki, também principal letrista da banda.

Para os leitores do Sampaist que não conhecem o Ludov, por quais músicas eles devem começar?

Vou puxar a sardinha para o Disco Paralelo, nosso novo álbum, e dizer que eles podem começar pelas 11 músicas contidas nele.

As letras do Ludov são atuais e “cotidianas”. Como é o processo de criação dentro da banda?

Justamente nesse disco, procuramos dividir mais as autorias. Então, quando eu tinha uma idéia, por exemplo, eu começava, e tratava de passar rapidamente para os outros, mesmo que fossem apenas um par de versos ou idéias. Mas especialmente para as letras, há uma boa parcela de trabalho solitário.

— Leia a entrevista na íntegra!

Dicas para quem passa o réveillon em São Paulo

trianon-masp.jpg

Milhares de pessoas já deixaram a cidade para comemorar o réveillon em algum lugar longe de São Paulo. Se você, por algum motivo, você ficou aqui e vai passar a virada do ano na Avenida Paulista, o Sampaist dá algumas dicas!

A Avenida Paulista será interditada para o tráfego de veículos a partir das 12h do dia 31 de dezembro para a realização da Corrida de São Silvestre. Vá ao local de metrô e compre os bilhetes de ida e volta com antecedência. O metrô vai operar ininterruptamente as três linhas durante a madrugada do dia 1º, com as estações abertas para embarque e desembarque até as 2h da madrugada. Após esse horário as estações Paraíso e Clínicas ficarão abertas para embarque, enquanto as demais estações continuarão funcionando para desembarque.

Não leve objetos pontiagudos e afiados. A avenida será cercada por grades e só vai poder entrar quem passar pela revista da PM. Guarda-chuva de ponta fina está vetado!

Garrafas de vidro e fogos de artifícios também estão vetados. Ou seja, aquela Cidra que você planejava levar terá que ser jogada fora na hora da revista. O brinde vai ter que ser feito com cerveja e/ou refrigerante mesmo…

Se você quiser mesmo ver os shows, fique em casa e assista pela televisão. Quem fica lá na frente, perto do palco, tem que chegar muito cedo ao local e depois, durante as apresentações, é espremido feito sardinha em lata. Não vale a pena comemorar o réveillon passando mal, né? Leve a sério esta dica! Ano passado, quando estivemos na área de imprensa da comemoração, presenciamos diversas pessoas sendo retiradas de maca após desmaios e queda de pressão.

Se mesmo assim, com todos os percalços, você está decidido a enfrentar uma multidão na Avenida Paulista, nossa dica final é: chegue por volta das 21h, fique longe de bêbados inconvenientes que podem causar tumultos e fique longe o bastante do palco para evitar aglomeração, mas não tão longe para não ouvir nada. Mas, pensando bem, ficar sem ouvir Leonardo, Tihuana, MC Leozinho e Lulu Santos até que parece uma boa idéia…

Foto no Flickr São Paulo Ilustrada.