Aniversário do Theatro Municipal

theatromunicipal.jpg

O Theatro Municipal de São Paulo completa 96 anos nesta terça-feira. Para comemorar, toda a programação do mês será dedicada ao aniversário do teatro, fundado em 11 de setembro de 1911.

Nesta terça-feira, a Orquestra Sinfônica Municipal recebe dois dos mais importantes cantores do país – a soprano Rosana Lamosa e o tenor Fernando Portari – para uma gala lírica. Sob o comando do maestro Rodrigo de Carvalho, regente assistente da orquestra, eles apresentam trechos de óperas que já interpretaram no teatro, como Romeo et Juliette, de Charles Gounod, e La Traviata, de Giuseppe Verdi.

arquivo.jpg A festa dos 96 anos continua nos dias 12, 14, 15 e 16, quando o Balé da Cidade de São Paulo apresenta espetáculo que reúne dois de seus maiores sucessos: a coreografia Onde Está o Norte?, que Mário Nascimento criou para a companhia em 2006; e Perpetuum, clássico da dança contemporânea criado pelo israelense Ohad Naharin e incorporado ao repertório do grupo em 2003.

Para encerrar a semana de comemorações, a Orquestra Experimental de Repertório e o Coral Lírico sobem ao palco do Municipal na manhã do dia 16. No programa estão o Te Deum de Anton Dvórak e a Missa Solenelle de Charles Gounod. A regência será do maestro Jamil Maluf, diretor artístico do Theatro.

Os ingressos custam entre R$ 10 e R$ 15 e já estão à venda na bilheteria do Theatro ou pela Ticketmaster.


Programação

Orquestra Sinfônica Municipal – 11 de setembro, às 21h
Regente: Rodrigo de Carvalho
Solista: Rosana Lamosa (soprano) e Fernando Portari (tenor)
Programa: trechos das óperas La Traviata, de G. Verdi; Romeo et Juliette, de C. Gounod; La Bohème, de G. Puccini; L’Elisir d’Amore, de G. Donizetti; Maria Tudor, de C. Gomes; Euryanthe, de C. M. von Weber; e La Gioconda, de A. Ponchielli

Balé da Cidade de São Paulo – 12, 14 e 15 de setembro, às 21h; dia 16, às 17h
Programa: Onde Está o Norte?, de Mário Nascimento; Perpetuum, de Ohad Naharin

Coral Paulistano – 15 de setembro, às 16h
Regente: Mara Campos
Direção cênica: Reynaldo Puebla
Programa: A Máquina do Mundo, de Rodolfo Coelho de Souza; Momentos Concertantes – Nova Revolução Humana, de Amaral Vieira; A 4, Rappers, de Damiano Cozzella; Oficina Irritada, de Antonio Ribeiro; A Lenda da Prostituta Evlyn Roer, de Michel Scheier

Orquestra Experimental de Repertório e Coral Lírico – 16 de setembro, às 11h
Regente: Jamil Maluf
Solista: Claudia Riccitelli (soprano), Martin Mühle (tenor), José Gallisa (baixo) e Dorothea Kerr (órgão)
Programa: Te Deum, de Anton Dvórak; Missa Solenelle, de Charles Gounod



Comments are closed.