Novidades no Metrô

tunelmetro.jpg

Aqui no Sampaist, não medimos esforços para criticar os governantes quando eles merecem ser criticados. Mas quando o governo toma uma atitude boa para a população, merece elogios. No fim de semana foi anunciado que a passagem de Metrô ficará mais barata aos fins de semana, para privilegiar o pessoal que não tem carro para passear.

A nova tarifa, batizada de Bilhete Lazer, começa a funcionar em outubro. Entre 18 horas de sábado até meia-noite de domingo, o preço da passagem unitária na CPTM e Metrô será reduzido de R$ 2,30 para R$ 2,00.

A novidade foi anunciada pelo governador José Serra e pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, na noite do último sábado, primeiro dia de ampliação do horário de funcionamento da CPTM e Metrô em uma hora de sábado para domingo.

Ok! Sampaist aprova as duas medidas, mas com ressalvas. A tarifa reduzida poderia muito bem ser válida para todo o final de semana, desde a manhã de sábado, né? E ainda sonhamos com um Metrô que funcione 24 horas…

Foto no Flickr do Franco Hoff



3 Responses to “Novidades no Metrô”

  1. O metrô de SP deveria adotar tarifas como o metrô de Santiago no Chile. O bilhete fica mais barato não só aos finais de semana, mas tbém durante a semana fora dos horários de pico, para estimular as pessoas a não se espremerem nos trens às 18h.

  2. Boa notícia.

    E valeu por informar: apesar de ser algo bem relevante, não vi em nenhum dos meios de comunicação “grandes [suspiro].

  3. Também sonho com Metrô 24h, mas não consigo deixar de pensar nas conseqüência: queda no controle da sujeira e vandalismo.

    Lembro bem de qdo o Sampaist divulgou a boa nova do lançamento do “bilhete fidelidade”. No mesmo post, conta-se que o Governador José Serra, lançaria ainda no (então) 1o. semestre o “bilhete dia” e o “Bilhete final de semana”, (este) lançado como “Bilhete Lazer”.

    O Sampaist sugere que, assim como acontece em Nova York, seja vendido também um “Bilhete Semana”. Em NY, o usuário paga cerca de US$ 30 e pode viajar quantas vezes quiser pelo metrô da cidade, sem limites.

    Foi quase no prazo anunciado, mas rolou. Só que não tudo o que foi anunciado.

    Além de sonhar, o jeito é pedir. Pena que só se ouve através da agressividade. …anyway, tem que partir de um grupo grande.

    E aí?