O “Cansei” cansou?

protestocansei.jpg Hoje o movimento “Cansei” organizou mais uma manifestação em São Paulo. Desta vez, o local do protesto era a Praça da Sé, onde o pessoal ia fazer um minuto de silêncio para homenagear as vítimas do acidente da TAM, que faz um mês hoje.

Segundo a Polícia Militar, cerca de 2 mil pessoas participaram da manifestação. A cantora popular Ivete Sangalo, que estava agendada para cantar o Hino Nacional, não compareceu. De acordo com o Último Segundo:

O ato do Movimento Cívico pelo Direito dos Brasileiros, mais conhecido como “Cansei”, foi marcado por desorganização por parte das lideranças e revolta dos familiares das vítimas do acidente com o Airbus da TAM, que completa hoje um mês. Cerca de 40 parentes, vindos de todas as partes do País, compareceram a Praça da Sé, mas não puderam subir ao palco que foi montado no local para os organizadores e artistas que aderiram à manifestação.

Pelo jeito, os famíliares que apoiaram a primeira manistação do “Cansei” perceberam que a idéia não é homenagear as vítimas do acidente da TAM. No entanto, isso não tira a legitimidade do movimento, que é livre para protestar do jeito que quiser pelas ruas de São Paulo.

O que você acha do “Cansei”? Cansou? Já deu o que tinha que dar? Deixe sua opinião nos comentários…

Foto do protesto passado de Patrick Szymshek ( www.flickr.com/photos/szymshek )



6 Responses to “O “Cansei” cansou?”

  1. O que eu acho do “Cansei” é muito bem explicado neste site.

  2. Melhores momentos:

    Entrevista: nossas quatro musas
    Mais movimentos
    C.R.I.A. e o “No Fly Day”

  3. Movimento de causa burguesa? Cansei!
    Viva o oportunismo!

  4. Mesmo que todos se identifiquem com alguma causa, nunca há grupo grande suficiente porque não há identidade ideológica na massa. Só em em indivíduos. Assim nunca haverá volume para combater ou incentivar algo grande no país.

    Cada um tem “uma” ideologia: levar vantagem. E não ter mais problemas do que já tem. Há somente indivíduos e não duas massas em contra-partida. No plenário e no congresso, idem. Há a ideologia do parlamentar e não do partido. Deveria haver no máximo 3. Fica a “dança das cadeiras” e a venda de votos por benfeitorias baratas em alguma comunidade.

    O comum -a identidade- é ter medo de repreender quem joga lixo na rua; quem trai; quem chama mais de um elevador nos prédios; motoristas que desrespeitam sinalização, pedestres e ciclistas…

    A passividade incentivou tanto o número de infrações -em todos os níveis e castas- que se tornaram tão comuns e tomamo-nas como “certo”.

    Ninguém quer “arrumar briga” por repreender alguém porque “já tem problemas de mais”. O melhor é manter a boa convivência. A curto prazo… No longo prazo, é disso que vivemos pra pior.

    Povo cansado. …passivo. É a única identidade.

  5. O que dizer de uma “manifestação” que tem “área VIP” para famosos e empresários?

    Como uma pessoa que precisa de área VIP e cordão de isolamento quer vir falar sobre o problema das crianças de rua? O que essas dondocas fazem para mudar essa situação?

    Que palhaçada…essas celebridades não têm outro jeito de fazer marketing pessoal?

    A Hebe, famosa malufista, e a sua amiguinha Ivete, notória defensora do ACM, querem ter moral pra fazer manifestação contra corrupção?

    Pq nenhuma destas “celebridades” se junta a estudantes, punks, professores, quando há manifestações contra a ALCA, contra baixíssimos salários de professores, contra péssimas condições de trabalho em alguns setores, contra o caos na saúde pública, a favor de melhorias sociais para os “pobres”? Quer reclamar de caos no transporte (aéreo)? Pq então não faz manifestação pra melhorar o transporte que a maioria das pessoas usa? Os ônibus, essas latas velhas? Ou o metrô, que cada vez mais fica superlotado, aumenta as tarifas, não tem ventilação, fica parado por um tempo interminável nas estações e está cada vez mais lento?

    Mas…imagina que elas se juntarão a essa “pobraiada”, esses “vagabundos”, que quando se manifestam, atrapalham o trânsito para seus carrinhos importados passarem. Manifestação legítima é a delas, com roupas de grife e seguranças.

  6. Para os interessados deixo abaixo um artigo no meu blog sobre o assunto:
    http://www.salvadorcamino.com/index.php/cultura/e-o-cansei-cansou/