Seguindo a rota de sebos da Liberdade

A Liberdade, todo paulistano sabe, é o lugar certo para quem está atrás de boa comida japonesa. Mas, se o objetivo não é apenas encher a pança, há outros bons motivos para visitar o bairro. Por exemplo, os sebos da Praça Carlos Gomes.

Chegar lá é fácil: basta sair do Metrô Liberdade e seguir em direção à Praça da Sé. A praça fica paralela à Avenida Liberdade e reúne sete sebos em seus dois quarteirões. E há ainda mais três na vizinha Álvares Machado, outros dois na própria Avenida Liberdade e mais um na Praça João Mendes. Haja livro!

Com tantos endereços assim, dá para passar um dia inteiro fuçando prateleiras empoeiradas. Se você não tem paciência, minha dica é ir direto ao Móbile (Praça Carlos Gomes, 117). É pequeno, organizado e com uma boa seleção de livros de arte. E sempre tem uma ótima trilha sonora rolando por lá.

Outra sugestão são os gêmeos Machado de Assis e Álvares Machado. Ficam um em frente ao outro, nos números 50 e 45 da rua Álvares Machado. O primeiro reúne títulos de ciências humanas e artes, o segundo tem mais literatura. Não se engane se este último parecer acanhado: lá nos fundos há uma escadinha que leva a um subsolo gigantesco e apinhado de livros.

Na comparação com Fnacs e Culturas da vida, a principal vantagem desses sebos é o preço: com módicos R$ 33, este que vos escreve saiu do Móbile e do Álvares Machado com Italo Svevo, um Alejo Carpentier e um Italo Calvino debaixo do braço.

Sebo Móbile // Praça Carlos Gomes, 117, Liberdade // Telefone: 3242 6321
Sebo Álvares Machado // Rua Álvares Machado, 45, Liberdade // Telefone: 3104 5093
Sebo Machado de Assis // Rua Álvares Machado, 50, Liberdade // Telefone: 3115 2516



2 Responses to “Seguindo a rota de sebos da Liberdade”

  1. Importantíssimo: se tiver rinite, não seja teimoso e tome um Claritin antes de ir. Experiência própria.

  2. Free shipping worldwide pharmacy