Dia de protestos

São Paulo amanheceu um gelo neste domingo. Mesmo assim, milhares de pessoas deixaram suas casas para fazer uma manifestação em homenagem às vítimas do acidente do Airbus da TAM em Congonhas.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, cerca de 4 a 6 mil pessoas participaram do ato, que contou com a presença de muitos familiares das vítimas do acidente. De acordo com o Último Segundo, “a manifestação foi marcada por protestos e gritos de ordem. ‘Fora Lula’, ‘Fora Marta’ e ‘fora Renan’ eram as palavras mais ouvidas na mutidão”.

abracopm.jpg O Último Segundo informa ainda que “foi realizada uma homenagem ao Corpo de Bombeiros, à Policia Militar e à Defesa Civil”.

A caminhada partiu do Monumento às Bandeiras, próximo ao parque do Ibirapuera, na zona sul da capital, por volta das 9h30, com destino ao local do acidente com o avião da TAM. Os manifestantes passaram pelas avenidas República do Líbano, Indianópolis e Moreira Guimarães até chegar, por volta das 13h, à avenida Washington Luís, em frente ao prédio da TAM Express. Segundo o G1:

Ao chegar ao local do acidente, os manifestantes rezaram o “Pai Nosso”, fizeram dois minutos de silêncio, aplaudiram e cantaram o Hino Nacional. A comoção se intensificou quando a multidão chegou em frente ao prédio da TAM Express. Muitas pessoas choraram e alguns manifestantes gritaram ainda com mais ênfase palavras de ordem como ‘Assassinos” e “Fora Lula”.

A foto é de Lectícia Maggi, repórter do Último Segundo.



Comments are closed.