Sampaist ao vivo: Medications @ StudioSP

medications1.JPG

Esse post é uma contribuição do jornalista e fotógrafo Ulisses Barbosa especialmente para o Sampaist.

Invasão da Dischord, parte III: Medications

Na noite de segunda-feira, 7 de maio, a banda americana Medications fez sua última apresentação em São Paulo. Após terem tocado no Centro Cultural da Juventude e na Verdurada, o grupo se apresentou no Studio SP, tudo como parte da turnê sul-americana dos caras.

É a terceira banda da lendária gravadora Dischord Records a tocar na cidade em menos de seis meses. Em novembro o ex-baixista do Fugazi, Joe Lally tocou por aqui. Em março foi a lenda em pessoa, Ian MacKaye, fundador da Dischord e do Fugazi que se apresentou em Sampa com sua nova banda, The Evens.

O Medications é o caçula dos três, formado no final de 2003, em Washington, EUA, berço da Dischord, por ex-membros do Faraquet e do Smart Went Crazy. O trio é composto por Devin Ocampo (guitarra e vocais ), Chad Molter (baixista e vocalista) e por Andrew Becker (baterista).
Com um som rápido e rasteiro, a banda mantém a tradição da gravadora com bateria forte, baixo quebrado e guitarra rápida e distorcida. Durante o show apresentaram músicas de seu álbum ‘Your Favorite People All in One Place’ e do seu EP de estréia ‘5 Songs’.

Devin é um showman, performático e com uma presença de palco memorável. Ele comanda a banda no palco, ora sussurrando ora gritando suas letras sobre a vida urbana. Chad faz bonito nas músicas que canta, tocando o baixo com vivacidade, o cara balança de um lado para o outro, como manda a tradição do bom rock and roll. O Sr. Becker bate forte na bateria, muitos loops e muitas caretas no banquinho da cozinha. Ótimo show, assim como foram os do Joe Lally e o do Evens. Agora é torcer para que mais bandas da Dischord apareçam por aqui.

Texto e fotos por Ulisses Barbosa. Se você quiser ver um texto seu no Sampaist, entre em contato!

* Leia também:
- Dischord Parte I: Sampaist @ Joe Lally.
- Dischord Parte II: Sampaist @ The Evens.



Comments are closed.