Batom vermelho salva-vidas

batom.jpg Como se já não fosse suficiente para começar bem a semana um falso padre ter sido preso ontem em Guarulhos, na fila do check-in, com 3 kg de cocaína no sapato e em uma cinta (dessas que se pode comprar em canais/sites de produtos, para modelar o corpo), a vida dos crimes nonsense na capital segue agitada.

Na madrugada de hoje a recepcionista e a gerente de um motel foram salvas da ação de um assaltante por causa do batom.

Segundo informações do G1:

Um cuidado com a aparência foi essencial para que a recepcionista e a gerente de um motel em São Paulo não sofressem machucados mais sérios após terem os lábios colados por um assaltante na madrugada desta terça-feira (10). Graças ao batom que usavam, a supercola aplicada pelo criminoso para impedir que chamassem socorro não aderiu completamente e elas ficaram livres de um problema mais sério.



Comments are closed.