…Mas podia ser verdade: Brasileiros vencem no Tietê

li2.jpg

Os caiaques dos remadores de fim de semana e as gôndolas turísticas deram um tempo fora d’água, neste domingo, para ceder lugar à Travessia de São Paulo a Nado. A prova reuniu 300 nadadores no Rio Tietê e, segundo a Polícia Militar, 15 mil pessoas assistiram à competição das arquibancadas gratuitas próximas à Marginal.

O público que curtiu o dia de sol também pôde comemorar a dupla vitória brasileira este ano: Uéldson Lopes, de São Paulo, precisou de pouco mais de 1h02m para levar para casa o troféu João Havelange; Sabrina Ahöshenn, de Santa Catarina, deixou o favoritismo das australianas para trás e ficou com o caneco Maria Lenk. Esta foi a primeira dobradinha do País desde a retomada da prova, há dez anos (a poluição do rio impediu a realização do evento, que hoje está entre os principais do calendário esportivo da cidade, a partir de 1944).

A organização retomou, este ano, percurso mais parecido com o original adotado até meados do século 20. Os nadadores saíram de uma plataforma flutuante montada perto da Ponte Jânio Quadros (antiga Vila Maria) e seguiram até a chegada, na Ponte das Bandeiras, percorrendo cerca de 7 km.

Um esquema especial de trânsito fechou trechos das vias expressas nos dois sentidos da Marginal — apenas duas pistas foram afetadas e o tráfego permaneceu normal. A maioria dos paulistanos e dos turistas usou a recém-inaugurada Linha Prata do metrô para chegar ao evento.

Na platéia, a prefeita deu breve declaração sobre o recente veto ao projeto da praia artificial no Rio Pinheiros. “Ainda não é o momento, mas discutiremos o assunto em julho”, disse. Com amplo apoio popular, a proposta foi rejeitada, segundo a Prefeitura, por falta de acordo sobre a extensão da área a ser ocupada.

Para marcar o 1º de abril, o pessoal do Sampaist resolveu postar mentiras do bem e escrever o que poderia rolar de legal na cidade. E você, o que imagina? Mande seus comentários!

Fotos: Flickrs do Lasagna Boy e geezzajax



2 Responses to “…Mas podia ser verdade: Brasileiros vencem no Tietê”

  1. I wish…
    Pelo menos alguém pensou mais além do que universitárias peladas e shows do Radiohead.

  2. Imagino que se isso fosse verdade, teríamos outras boas notícias ou verdades pra comemorar. …seria talvez porque as ampliações da habitação e da malha viária não tivessem engolido as margens dos rios.