Nem tudo são flores

pcconibus.jpg Depois do elogio que fizemos ao artigo do The New York Times sobre a cidade, o leitor Zé Bello Filho mandou uma notícia não tão legal sobre Sampa no exterior. A edição deste mês da revista Vanity Fair, que vai muito além da “vaidade”, traz a matéria “City of Fear“, sobre os ataques do PCC em maio do ano passado.

“In May 2006, São Paulo was brought to its knees by a prison gang, whose cell-phone-coordinated attack shut down Brazil’s largest metropolis, and whose word is still law in the city’s vast slums. William Langewiesche delves into the dark side of globalization”.

Infelizmente, a revista ainda não aderiu plenamente ao modo digital e só o trecho acima está disponível aos internautas. No entanto, já da para ver que a matéria de Langewiesche explora de maneira aprofundada o caos que vivemos no ano passado.

O colunista do Estadão Matthew Shirts também comentou sobre a reportagem em sua coluna na última segunda-feira. Segundo Shirts, o texto de Langewiesche é “uma aula de jornalismo”.

“Entendo que alguns, aqui, poderiam indagar por que uma revista americana de luxo, com anúncios da Gucci, Prada, e Dior, dedicaria dez páginas, com direito a fotos de Sebastião Salgado, a acontecimentos do ano passado numa cidade distante. (…) Em primeiro lugar, porque é simplesmente uma ótima história. Pelo menos na versão contada por Langewiesche. E isto, para uma publicação desse tipo, já é o suficiente”.

Infelizmente, só assinantes do Estadão podem ler o artigo de Shirts na íntegra.

Ônibus queimado durante ataques do PCC no Flickr da RoGarrido



One Response to “Nem tudo são flores”

  1. Iih, a gente nem conversou!
    Pra falar a verdade nem sei qual dos dois era vc ihihih

    Tou caçando as dicas boas aqui, tá cheio!!!
    Beijo