Britney morreu. Viva Britney

Britney.jpgDecadente, fora de forma, casada, separada, arejada (!), drogada, irada, careca.

Todo mundo acompanhou o tombo-relâmpago da ex-princesinha do pop; notícias ruins a rodo e imagens bisbilhoteiras mostrando tudo de todos os ângulos. Todos. As notinhas plantadas por assessoria de imprensa deram lugar a outras, bizarras, que bagunçaram a imagem intantilóide-sensual — e até motivaram debates-cabeça sobre a cabecinha pelada.

Daí você passa numa galeria na Maria Antônia e lá está ela: gata, sexy, olhando pra você; cabelos loiros escorrendo pelas costas. Caramba, o que tá valendo, afinal?

Ali, na loja de perfumes no centro de Sampa, ela vende o seu Curious, sucesso de mercado de… 2004. Estava logo na entrada. Nesta quarta, dia em que saiu da clínica de reabilitação da sua fase toxic, foi rebaixada para o canto da loja.

– Não vendia bem?

– Vende, sim. Mas é que chegou cartaz novo.

Ah, tá. Vai entender o tempo na lógica das vitrines da cidade.

Foto: Flagra – Britney como você nunca viu… nos últimos 4 meses



Comments are closed.