Álcool na noite

drinkdrive.jpg Baladeiros, tremei! Fiscais da Prefeitura, em parceria com a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e o Sincor-SP (Sindicato dos Corretores de Seguros de São Paulo) irão realizar neste fim de semana diversas “blitzes pedagógicas” para avaliar o índice de teor alcoólico dos motoristas que circulamem pontos com alta concentração de bares.

A “blitz” não é punitivia e, infelizmente, nenhum motorista bêbado será preso porque os fiscais da Prefeitura não têm poder para isso. Com caráter educativo os motoristas que aceitarem participar do estudo serão convidados a responder um questionário e a usar bafômetros para medir seu grau de álcool no sangue. Segundo a Prefeitura:

Desde que foi lançada, em novembro do ano passado, a pesquisa reuniu dados de 687 veículos em três blitze realizadas em diferentes pontos da Cidade. Os resultados não foram animadores. Cerca de 18% dos condutores abordados apresentaram alcoolemia superior ao permitido pelo Código Nacional de Trânsito, de 0,06 gramas por litro de sangue. E 21,4% registraram níveis alcoólicos entre 0,01 e 0,05%. O intuito é alcançar 2.500 entrevistas.

Ok, a ação é louvável. Mas podiam levar junto alguns policiais militares e aproveitar o deslocamento dos fiscais para já prender e/ou multar e/ou apreender o carro dos que exageraram na dose, não acham?

Imagem no Flickr do Dakinewavamon.



Comments are closed.