Zona Azul no Ibirapuera

ibirapuera_well.jpg

A Prefeitura realmente sabe jogar com as palavras. Para anunciar a implantação da Zona Azul no estacionamento do Parque do Ibirapuera, uma medida absurda na opinião do Sampaist, eles enviam um release que começa assim:

Com vistas à democratização do uso das vagas no parque Ibirapuera e atendendo ao Plano Diretor do Parque Ibirapuera , a Secretaria do Verde e Meio Ambiente , em conjunto com a CET , está preparando a implantação da zona azul no parque.

Democratizar? Não entendemos. A Zona Azul do Ibirapuera será aplicada de forma diferente. O preço será de R$ 1,80 por duas horas, metade do valor de uma vaga comum e será permitida a permanência do veículo pelo período máximo de 4 horas.

A Prefeitura argumenta que a medida visa barrar os funcionários de empresas e escritórios das redondezas que chegam cedo e deixam o carro por lá o dia inteiro. Tudo bem que é chato chegar e não encontrar vagas disponíveis, mas prejudicar todos os usuários do parque por causa de alguns que não sabem usar o patrimônio público?

O certo seria criar um outro meio de fiscalização para evitar que o mesmo carro ficasse tanto tempo dentro do estacionamento. Talvez até uma catraca eletrônica, como as de shopping, que só cobrasse de quem fica mais de 3 horas, tempo mais do que suficiente para os usuários regulares do parque se exercitarem ou passearem. O que acham da idéia?

A medida começa a funcionar no dia 26 deste mês e quem não obedecer será multado em R$ 53,20. Basta saber se os recursos provenientes das multas e da tarifa da Zona Azul serão revertidos para melhorias no parque…

Foto no Flickr do Wellington Feitosa.



Comments are closed.