Especial Sampa 453 anos: nova Praça da Sé

ctrdse.jpg Os paulistanos tem mais um motivo para comemorar o aniversário da cidade. Depois de passar pela maior reforma de sua história, a Praça da Sé será reaberta ao público dentro das comemorações dos 453 anos de Sampa.

Segundo a Prefeitura, “Nova Sé” foi revitalizada e ganhou melhor circulação e maior visibilidade, além do restauro de suas esculturas e do espelho d’água, mudanças no paisagismo e acessibilidade para portadores de deficiência e pessoas com mobilidade reduzida.

As mudanças no espelho d’água já causaram polêmica. O blogueiro Xico Sá, do Ponte Aérea/SP, já falou que fossas de lama foram construídas entre o chão e a água para que os mendigos não consigam se lavar como faziam antigamente.

Para a Prefeitura, o jardim ao redor da fonte não é composto de lama para evitar o banho dos mendigos. Tudo não passa de “canteiros de solo alagado, com vegetação típica de terras inundadas”. Ok, se isso não é lama para você…

Com investimentos de R$ 4,1 milhões, a Praça da Sé teve canteiros e jardineiras rebaixados, possibilitando a ampliação dos espaços de circulação e o aumento do campo visual. Continue lendo para saber o que mais mudou!

Imagem no Flickr do Charlton B.


Para interligar os vários níveis da praça, surgidos em razão da chegada do Metrô nos anos 70, foram construídas duas passarelas metálicas sobre o espelho de água e rampas de acesso especiais, o que faz da praça um local acessível a portadores de necessidades especiais.

Melhorias na iluminação também aumentam a segurança de quem passa pela praça, além de promover o interesse turístico noturno. A Rosa dos Ventos, que representa o Marco Zero da Cidade, próxima à Catedral da Sé, também foi remodelada.

Uma das novidades da área central da praça é a reativação da fonte localizada no espelho de água, ao redor do qual foram implantados canteiros de solo alagado, com vegetação típica de terras inundadas, como as espécies rainha azul dos lagos, papiro, íris aquático, rainha branca dos lagos, mureré, chá do brejo, lírio da paz aquática e almeirão do brejo.

Para chegar à Praça da Sé é bem fácil. Basta pegar o metrô e descer na estação da Sé. É meio óbvio, não tem como errar…



Comments are closed.