Morra afogado…

aquario_ipiranga.jpg

O post abaixo é uma contribuição da leitora Adriana Buarque. Ela é jornalista, tradutora e professora. Adora fuçar as novidades e bibocas de São Paulo, mas não tem papas na língua quando percebe que entrou numa furada. Se você quiser enviar um texto sobre o que acontece na cidade de São Paulo ao Sampaist, basta entrar em contato!

Curto demais São Paulo, sempre fuçando o que a cidade tem a oferecer. Entretanto, às vezes lamento meus arroubos de curiosidade ao visitar alguns lugares como o Aquário de São Paulo, considerado no site o “Primeiro aquário temático da América do Sul”.

Desci na Estação Imigrantes do metrô, e depois de enfrentar uma ladeira íngreme sob um sol de rachar, cheguei ao local na esperança de encontrar um ar-condicionado básico. Que nada. Não bastasse o bafo quente lá dentro, desembolsei R$ 20 na bilheteria. Detalhe: o local não dá direito a meia-entrada nem desconto para professor da rede pública, e os funcionários ao serem questionados não sabiam o que responder.

Okay, entrei e passei pelo chamado Vale dos Dinossauros (um fiasco, a propósito), e logo a seguir fui para o aquário propriamente dito. Fiquei com pena dos peixes confinados num ambiente tão abafado e pequeno – lembrei-me dum aquário de um local onde trabalhei em que os peixes amanheceram boiando devido à irresponsabilidade de alguém que deixou a temperatura da água muito quente. Coitados… Ah! E os tão aclamados jacarés albinos quase passaram despercebidos por não estarem no local em que tinha a indicação com a placa.

Subi para assistir ao Cinema 3D, usando aqueles óculos de lentes coloridas e tudo, e não acreditei no filmeco que dava a impressão de estar à frente de uma tela de computador jogando um game qualquer. A esperança era o Planetário.

Para o ‘gran finale’ de toda a roubada, no meio da apresentação o público toma uns sustos e recebe a informação que Plutão AINDA faz parte do sistema solar. Até onde eu sei, Plutão foi rebaixado de sua condição de planeta, de modo que uma informação como essa num local que pretende ser didático ao público mostra a falta de respeito com quem paga um ingresso que se torna caro demais. Mas muito caro MESMO.

Voltei para a casa revoltada.

Aquário e Planetário São Paulo // Rua Huet Bacelar, 407, Ipiranga // Preços: Aquário: R$ 18,00 – Planetário R$ 12,00 – Planetário meia R$ 6,00* – Passaporte adulto: R$ 25,00 – Passaporte especial: R$ 20,00*
* Válido para portadores de carteira de estudante, crianças até 12 anos e pessoas acima de 60 anos

A foto é da Marcela



One Response to “Morra afogado…”

  1. Bom, rebaixado ou não, é inegável que Plutão ainda faça parte do sistema solar! Ou será que ele se mudou para orbitar outra estrela? :) Até os cometas e asteróides que existem em volta do Sol fazem parte do sistema solar, ué…