Vídeo da semana

Carnaval não é só festa. Para alguns, é barulho e falta de paz e sossego. Recebemos um vídeo feito por vizinhos da escola de samba Vai-Vai, que fica no Bom Retiro, denunciando uma série de abusos da escola nos ensaios.

Segundo os autores do vídeo, os vizinhos da Vai-Vai já tentaram falar com o Psiu e a sub-prefeitura da Sé para resolver o problema, mas nada foi feito. O Sampaist tentou entrar em contato com dirigentes da Vai-Vai, mas até a manhã deste domingo não foi possível encontrar ninguém disponível para falar.

Assista ao vídeo para ver quais são as reclamações dos moradores.

Nos solidarizamos com os moradores que sofrem com as inconveniências de uma escola de samba como vizinha e voltaremos a falar sobre o assunto durante a semana.



4 Responses to “Vídeo da semana”

  1. Também me solidarizo com o autor deste vídeo e com os moradores do bairro. Todo o cidadão paulistano tem o direito ao descanso, os mesmos que enfrentam trânsito, rodízio, políticas de multas abusivas, vias públicas em péssimas condições de conservação e mesmo assim pagam impostos. Estão certos de brigar para que todos obedeçam a mesmas leis. Inclusive as escolas de samba que com o pretexto da manifestação cultural abusam dos seus direitos.

  2. Boa a iniciativa do blog, todos nós temos o direito de nos expressar, ainda mais quando a lei não é cumprida.
    Continuem nessa força.

  3. Os moradores desse bairro, tem meu total apoio em relação a essa reclamação.
    Faço parte de uma igreja protestante, temos nossa fé e maneira de nos expressarmos, mas nem por isso podemos desrespeitar a Lei do Silêncio.
    Se em nome da fé não podemos fazer barulho após as 22:00hs, concordo plenamente que também não se pode fazer em nome da cultura.
    Isso sem mencionar o que foi relatado em relação ao trânsito.
    Dou graças a Deus por não estar nessa situação, talves os moradores desse bairro deveriam trocar de casa, por uns dias, com as pessoas que podem resolver esse problema mas não se mobilizam pra isso.
    Que a VAI-VAI, possa ir para bem longe…

  4. Além de achar o vídeo horrível e mal feito, venho testemunhar a favor da melhor escola de samba de São Paulo.
    Vai-Vai além de tradição é história. Se o bairro da Bela Vista é o que é hoje, deve grande parte dessa popularidade à escola.
    A pessoa que gravou o vídeo deveria ser mais corajosa e entrar no ensaio pra filmar tudo de perto porque o vídeo não mostra a realidade. Sou frequentadora dos supostos ensaios torturantes e sempre vejo as pessoas nas janelas dos prédios vizinhos se divertindo e dançando. São privilegiadas por poderem assistir e ouvir os ensaios de camarote, sem pagar nada.
    As crianças circulam à vontade pelo ensaio, alegres por poder acompanhar seus pais. As senhoras mais idosas participam com orgulho e vestem a camisa da escola. Sempre vejo o sorriso no lábio de todos os participantes. Além disso é ignorância desse povo dizer que a “cultura” é desculpa pra não cumprir a lei. Quem diz isso, deveria estudar um pouco mais sobre a história de São Paulo para poder criticar alguma coisa.
    Várias escolas de samba fazem seus ensaios nas ruas de São Paulo e os moradores participam da festa ao invés de ficar arrumando encrenca e produzindo vídeo de longe, o qual não mostra a realidade. Sou professora, culta, dedicada e cidadã. Jamais frequentaria um lugar onde me sentisse ameaçada ou intimidada. Pelo contrário. Conto os dias para os ensaios começarem e pra eu poder ouvir o som daquela bateria maravilhosa do mestre Tadeu. Tenho orgulho de contar a história desta escola para os meus alunos e utilizo vários sambas-enredo nas minhas aulas. E só recebo elogios por isso.
    Essas pessoas deveriam se preocupar em resolver problemas mais graves do nosso país, como violência, corrupção, desemprego, poluição. E não mexer com pessoas honestas que têm amor por sua escola e que de maneira nenhuma estão fora da lei. Se Carnaval não fosse cultura, se escola de samba não fizesse parte dessa mesma cultura e se o Vai-Vai fosse a única escola de samba a fazer seus ensaios na rua, com certeza já teria deixado de existir. Se isso ainda não aconteceu é porque não constataram nenhum crime.
    E se fosse tão ruim assim, como mostra o vídeo (sem segurança, sem ambiente familiar, etc.) não teria tanta gente frequentando aquele lugar.
    Acho bom esse povo procurar o que fazer ou relaxar e descer com a gente pra curtir um samba da melhor qualidade. Com certeza seriam bem mais felizes!!!
    E como diz o ditado: OS INCOMODADOS QUE SE RETIREM!!!