Fim de ano na Paulista

ritalee.jpg

Prepare a roupa branca e a garrafa de champanhe. A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quinta-feira a relação dos artistas que vão se apresentar durante festa do Réveillon na Avenida Paulista. A lista tentou ser eclética e contemplar vários gêneros, mas as atrações não são muito animadoras.

Imagine uma festa com Rita Lee, Banda Calypso, grupo Antônia (elas existem de verdade?), Netinho e KLB. Que farofa, não?! Pois eles já estão escalados para a virada em Sampa. A ordem dos shows ainda não foi divulgada.

A Prefeitura espera um público de 2 milhões de pessoas na Paulista, das quais pelo menos 400 mil turistas de fora da cidade. Com essa seleção de artista, Sampaist duvida que o número ultrapasse um milhão e meio.

O espetáculo para a virada do ano promete ser grandioso: 15 minutos de show pirotécnico, com 80 mil tiros e 3 mil bombas multicoloridas; 5 milhões de confetes metalizados, despejados sobre o público na avenida Paulista; e 10 mil balões brancos soltos ao céu.


A estrutura do evento terá visual futurista e potente sistema de som e luz. O palco terá 800 metros quadrados de área, com 7 metros de altura e 130 metros quadrados de painéis eletrônicos. O som terá 500 mil watts de potência, para alcance de dois quilômetros. É Calypso a dar com pau!

A iluminação, 1 milhão de watts, produzidos por 30 geradores – o suficiente para iluminar três
estádios de futebol. Ao todo serão 250 toneladas de estruturas metálicas.

Foto de divulgação.



3 Responses to “Fim de ano na Paulista”

  1. Péssima reportagem de baixíssimo nível, pois festa onde tem a presença de Rainha do Rock, Rita Lee, não podemos chamá-la de “FAROFA”. Farofa deve ser o que o repórter desse jornaleco está acostumado a frequentar.

  2. É muita falta de ética profissional por parte do jornal New York Times chamar o show da Rita Lee de farofeiro.

  3. =) Jornaleco bem humorado esse. Se não é Farofa misturar Rita Lee com personagens de seriado global e banda Calypso, o que é? Mistureba pop?