Quem instala as luzinhas de Natal?

LuzesNatal.jpg
Não é uma velha bondosa e nem um grupo de crianças simpáticas que enfeitam os grandes pontos turísticos da cidade.

Essa é também uma oportunidade de emprego para cerca de 400 pessoas entre eletricistas, engenheiros, montadores, marceneiros, seguranças, decoradores, cenógrafos e artistas plásticos, toda uma trupe de gente que faz!

Só a árvore gigante e polêmica do Ibirapuera empregará mais de 150 trabalhadores ao longo de suas cinco etapas de construção: montagem da estrutura, cenografia, iluminação, acabamento e seqüencial elétrico. Em cada uma delas, haverá uma equipe especializada formada por 30 pessoas.

Outras 250 estarão envolvidas na decoração do Edifício Matarazzo (sede da Prefeitura), Vale do Anhangabaú e viadutos do Chá e Santa Efigênia, espaços que fazem parte do Natal Iluminado, projeto da Prefeitura e da São Paulo Turismo – SPTuris, em parceria com o Santander Banespa para decorar a cidade. No total, são 400 empregos diretos e indiretos.

O Edifício Matarazzo será decorado com anjos e coberto por milhares de microlâmpadas e sua fachada terá os contornos destacados com cascatas de luz e holofotes coloridos.

O Vale do Anhangabaú terá uma árvore de Natal com 15 metros de altura, decorada com estrelas, bolas, uma estrela vermelha de dois metros no topo e iluminada com mais de 200 mil lâmpadas brancas.

Assim como na do Ibirapuera, haverá anjos na base da árvore, com aproximadamente três metros cada um. Além disso, todas as árvores do Vale serão cobertas por milhares de microlâmpadas.

Os viadutos do Chá e Santa Efigênia serão decorados com estrelas douradas e prateadas e suas estruturas serão iluminadas por microlâmpadas e holofotes coloridos.

A Torre Banespa, também no centro, promete uma decoração da fazer jus ao seu tamanho, localização e visibilidade. O prédio será iluminado com cerca de 600 mil microlâmpadas, 15 mil metros de mangueiras de luz e strobles e decorado com mais 18 anjos com dois metros de altura, que serão colocados ao longo de toda sua estrutura

Foto do Flickr Cris Sem Crise



Comments are closed.