Pelos corredores do Salão do Automóvel 2006

ptcruiser.jpg
Foi dada a largada para o final de semana do carro em São Paulo: Salão do Automóvel + GP do Brasil. O Salão foi aberto ao público numa quinta chuvosa, o que deve ter desanimado os menos viciados em rodas, frisos, cavalos e afins. Os corredores estavam tranqüilíssimos, a maior parte dos que passeavam portavam crachás e ternos. Mas é claro que a turminha dos viciados em carros já estava presente, tirando mil fotos das curvas das demonstradoras…Ops! Das curvas dos carros em exposição, é claro!

Sobre os carros vou fazer vocês sofrerem um pouquinho de curiosidade e postar na segunda uma galeria com os mais legais. Sobre os estandes, muuuuuuita mesmice. Alguém precisa avisar aos organizadores que não, não tem graça ter gente cantando slogans dos carros. É muito mais interessante, por exemplo, ver um carro fatiado para que você consiga ver detalhes, como no estande da Chevrolet, ou todo dividido, como se estivesse derretendo, como no da Volkswagen. Ou, simplesmente, poder “ver com a mão” os lançamentos, como acontece na maioria das áreas, incluindo BMW e Audi.

Ferraris e Maseratis, Porches e Jaguares foram cruéis com seus fãs, não vai ter espaço suficiente pra todo mundo tirar fotos das máquinas. E na Lamborguini, apesar do fantástico lustre de cristal que enfeita o ambiente (e que só poderia ter sido notado por uma mulher), não tem iluminação legal para as fotos. Ok, quem tira foto não é público alvo da marca, mas sustenta o mito, ué!

Além das belas moças (Atenção, marmanjos! Destaques para as da Fiat, Chevrolet e da Nokia), outras figuras aparecem ao lado dos carros. A Honda trouxe um robô que canta, anda e dá tchauzinho chamado Asimo. O estande da VW bomba no quesito convidados, além de ter um robô que anda e fala com você (“vai tirar minha foto? Então vou fazer X”, ele me disse), passeava por lá Falcão, posando com toda sua elegância natural ao lado de uma Kombi customizada por Romero Britto (pobre Kombi! Não por Falcão, claro…).

Na Fiat, que hospeda o quiosque da Jovem Pan, a turma do Pânico aparece para fazer o programa (ontem o Mendigo gravava pelos corredores da feira). E não se espante se ao admirar o sensacional Mustang Shelby Cobra GT 500 na Ford você der de cara com Bob Esponja.

E ainda tem espaço para as gerações passadas. Dá pra ver duas Romi-Isettas fofas, em comemoração aos 50 anos do carro, e uma exposição do Clube do Mustang, além de outras participações especiais.

A criançada tem opções de sobra, muitas das montadoras têm espaços para os pequenos, como Ford (que tem o carro do Bob Esponja, daí o moço desfilando por lá) e Citroën. Aliás, a Citroën é o destino para as moças, já que oferece maquiagem da L’Oreal, quick massage e shiatsu, além de drinques de Amarulla (e, claro, ser o fabricante do C3, carro queridinho pelas mulheres).

Se você tiver opção, prefira visitar o Salão durante a semana para poder tirar fotos em paz dos carros. Se não, uma boa pedida é não passar por lá neste primeiro final de semana, já que com os turistas que vieram a São Paulo por conta do GP a quantidade de pessoas cresce monstruosamente!

Ah, e uma dica: eu sei que é um evento para quem gosta de carros e tudo mais, mas o estacionamento custa a “bagatela” de R$20,00 (Achou pouco? A versão vip, com manobristas, custa R$ 35,00). Ou seja, a melhor forma de ir ao Salão do Automóvel continua sendo ir de metrô até a estação Tietê e pegar um ônibus gratuito oferecido pela organização do evento.

Foto: O PT Cruiser Cabrio, meu lançamento favorito de longe!



One Response to “Pelos corredores do Salão do Automóvel 2006”

  1. ta muito louco