Perdeu o vídeo?

Coming from Digg?
Red Bull Racing performs first-ever F1 demo run on public roads in Brazil. The car reached 140 mph (230 km/h) in one of the busiest streets of the city, which was closed for the event. Check out the 4 minute video!

Perdeu o vídeo do carro da Red Bull voando baixo pelas ruas de Sampa? O amigo e leitor Willian Cruz, do blog Free Ride, nos indicou o link no YouTube. É só clicar no play!

No mesmo comentário, Willian criticou o evento e com bons argumentos:

Tente fazer uma passeata, manifestação, comemoração, festa, evento esportivo, arrecadação de alimento, culto ecumênico ou o raio que for fechando a 23 de Maio (ou mesmo a Paulista), pra você ver o tamanho da risada que o pessoal da CET vai dar na sua cara…

Sampaist quer saber a sua opinião. O que você achou do passeio da Red Bull Racing pela 23 de Maio? Deixe seus comentários!



4 Responses to “Perdeu o vídeo?”

  1. Willian, se você quiser fazer uma passeata, performance, “intervenção urbana comunitária”, manifestação pelos direitos dos GLBT negros com sindrome de down às 5:45 da manhã por 4 minutos, acho que a CET não vai se importar.

  2. Já havia lido este post e não ia comentar. Mas é que aconteceu algo na sexta-feira (que provavelmente será pouco divulgado pela grande imprensa, espero que vocês deêm atenção ao fato), o atropelamento de uma estudante na av. Sumaré. Os alunos, após o ocorrido, foram lá e fecharam a pista. Parece que mais de três dezenas de ofícios já haviam sido encaminhados a CET para que providenciasse uma faixa de pedestres no local, e também pedidos a prefeitura de uma passarela. O que aconteceu? A polícia militar apareceu, e houve tumulto. Como sempre, a versão oficial é de que os estudantes avançaram pra cima dos policiais, munidos, obviamente, de perigosos cadernos, lápis, canetas e borrachas. De novo, como sempre, no confronto, só estudantes ficaram feridos. A polícia atirou balas de borrachae foi pra cima, com cassetetes, de estudantes, em plena avenida Sumaré numa sexta-feira a nove da noite.
    Quer dizer, a CET não pode garantir uma faixa, ou um guarda, marronzinho, sei lá a autoridade competente nas proximidades da faculdade para que os alunos atravessem a rua. Precisam de ofícios etc e tal pra isso, mas não são nada burocráticos quando é para um evento desses. Principalmente quando o evento vai aparecer logo de manhã numa das principais emissoras do país.

  3. Concordo com o Willian. Para fazer qualquer coisa decente na rua (sempre lembrando aliás, que a rua é do povo, portanto, qualquer manifestação deveria ser válida), as pessoas são barradas, a polícia chega com cassetetes e balas de borracha, o governo e a CET estão pouco se lixando. Mas é só chegar uma empresa com muita grana que a prefeitura se arreganha e deixa fazer qualquer coisa.

  4. Ah, e outro detalhe: realmente deve ser muito legal pra quem mora nas imediações ouvir um carro de corrida fazendo barulho de madrugada, horário em que você tem o direito de dormir pra ter que trabalhar/estudar no dia seguinte.
    Eu morava na beira da 23, e ia ficar muito puta da vida ao ser acordada por uma coisa babaca dessas.