Sossego

feriado.jpg

Cidade vazia. Sem congestionamento. Sem filas. Sem buzinas. O sonho paulistano. Quem já se adaptou a correria e ao caos, pode se sentir meio deslocado, mas no geral, ler um livro na escadaria do Theatro Municipal ou gastar 40 minutos percorrendo os costumeiros 50 KM é algo capaz de deixar qualquer “bandeirante” sem palavras.

E viva ao feriado!

Quem está meio sem saber o que fazer, seguem algumas dicas básicas:

- Bienal
- Cinemas (de rua, preferencialmente)
- Restaurantes
- Baladinha

Ainda pouco li no blog do jornalista Xico Sá (que por sinal “recomendou” o Sampaist no post de hoje) um comentário bastante interessante. O rapaz, do qual não lembro o nome neste exato momento – seria Daniel? -, sugeriu algo que, direta e indiretamente, sempre sonhei: transporte público 24 horas. Imagine que beleza não precisar dirigir para casa depois de uma balada fenomenal. Ai, ai. Eu voto SIM no transporte público 24 horas! E você?

E o que eu quero é
Sossego
Aa… o que eu quero
Sossego
O que eu quero
Sossego
Eu só quero
Sossego
O que eu quero é…

Sossego – Tim Maia

Crédito//Foto: Flickr R. Motti



4 Responses to “Sossego”

  1. A cidade está uma delíciaaaa! Mesmo com essa chuvinha chata. E viva Xico Nêgo Sá! E Viva o Sampaist tbem.

  2. Mas nem me digam, Ticas! Já fui a pé pra todo canto, andei pelo Pq Villa Lobos, comi na doceria aqui do lado, fui ao cinema, almocei…e não gastei nem metade do dia pra isso (e nadinha de paciência)!
    Vamos trancar os portões de SP! Só fica quem não saiu! Vamos a la revolución sin buzinas, Ticos!

  3. eita que surpresa ver meu comentário repercutindo aqui neste site sampaist tão bacana!!!
    vamos espalhar essa idéia, se você também é a favor disso aproprie-se e espalhe essa idéia, é assim que começam as mudanças!
    na verdade, Renata, a idéia é uma cidade inteira (esta aqui mesma, SP) funcionando 24hs…quem quer viver de dia que viva, deixe a noite para nós outros.
    os notívagos teríamos enfim a São Paulo dos nossos sonhos!
    abração a todos !

  4. Nossa, então acertei o seu nome, Daniel! Que bom ;p
    Então, a idéia de uma cidade 24h é muito genial. Ainda ontem, andando pela Paulista, pensei em como seria bom não precisar se preocupar com horários e afins.
    Vamos torcer, né?
    Abraços!