São Paulo é só cinema

espaco.jpg

Agora falta pouco. Enquanto os cariocas nos fazem inveja com a mostra de cinema deles (ai, na última terça-feira foi exibido com total exclusividade Scanner Darkly, mega produção de Richard Linklater, que promete revolucionar a linguagem cinematográfica contemporânea), nós, os paulistanos da gema, aguardamos ansiosos pelo inicio da 30ª Mostra Internacional de Cinema, popularmente conhecida como Mostra BR.

A Petrobrás, patrocinadora do evento, distribuirá R$ 600 mil reais em prêmios. O melhor longa de ficção levará para casa R$ 400 mil; os outros R$ 200 mil ficam com o melhor longa documentário.

A votação é popular e participam os longas brasileiros inscritos, todos inéditos em circuito comercial.

mostra.jpg Ano passado “Cinema, Aspirinas e Urubus”, de Marcelo Gomes, levou a melhor na 29º Mostra e faturou o Troféu Bandeira Paulista. O longa, que representará o Brasil no Oscar, concorrerá na categoria de melhor filme estrangeiro.

Para esta edição, a organização criou um blog no qual serão divulgados os filmes que farão parte do line-up do aniversário de 30 anos do evento.

Em comemoração as 30 primaveras da Mostra BR, Manoel de Oliveira, cineasta português mais velho do mundo ainda em atividade – o rapaz tem 97 anos-, assina o tradicional cartaz. Aleksandr Sokúrov, Michelangelo Antonioni, Federico Fellini, Abbas Kiarostami, Takeshi Kitano, Akira Kurosawa e Emir Kusturica já estiveram, em outras edições, no lugar de Oliveira.

A 30º Mostra Internacional de Cinema de SP vai de 20 de outubro a 2 de novembro; ainda não foram divulgadas as salas que exibirão os filmes inscritos. Outras informações podem ser adquiridas no site oficial.

Foto//crédito: Maurício Adachi



2 Responses to “São Paulo é só cinema”

  1. Mas o melhor filme de todos os tempos, de ficção românico, foi “Os Doze Macacos”. Este eu amei de verdade até hoje!

  2. ”” I am really thankful to this topic because it really gives up to date information `..