Massas artesanais direto do Brás

massa1.jpg Cansada de procurar bons fornecedores e com um know-how invejável no ramo, Malu Facchini, chef e proprietária dos restaurantes Catherine e Caroline, resolveu extremar e dar uma de Henry Ford: inaugurou uma fábrica de massas que leva seu próprio nome (vaidosa, heim?).

Instalada no Brás, bairro típico italiano, a fábrica já produz delícias para delicatessens e supermercados de luxo, como o Empório Santa Maria, Empório São Paulo e Casa Santa Luzia, além de grandes hotéis da cidade como o Georges V, Meliá Mofarrej, Transamérica e Novotel.

Dali saem massas frescas recheadas como Capelletinni, Capelleti, Lasagna, Rondelli, Gnocchi e Ravioli, que levam os mais variados recheios, como queijo, frango, ricota, peito de peru, entre outros.

O cardápio também conta com massas secas – Fettuccini, Parpadelli, Paglia e Fieno e Tagliatelle. Todas são encontradas em versões coloridas, produzidas com ingredientes naturais: espinafre, tomate, beterraba e cenoura.

Além do cardápio de massas, a fábrica também produz grissinis, quiches, salgados e doces.

Família Empreendedora
O affair entre os Facchini e a gastronomia não é recente. Malu e seu irmão, Pedro Paulo cresceram no lendário Hotel Tamoios, propriedade de seus pais, onde ambos tiveram as primeiras lições sobre como receber bem.

Tempos depois, Pedro Paulo comandou o restaurante Napoleone, enquanto Malu criou o Josephine, ambos na Vila Nova Conceição.massa2.jpg

Com o sucesso do Josephine, Malu ampliou a matriz e investiu em uma nova filial, desta vez na Rua Oscar Freire.

Desfeita a sociedade do Josephine, Malu ficou com o restaurante da Oscar e o transformou em Caroline. A veia empreendedora de Malu fez com que os investimentos no segmento continuassem.

Juntou-se a Pedro Paulo e compraram o espaço deixado há pouquíssimo tempo pelo Café Antiqüe.

Enquanto os gourmets paulistanos ainda se perguntavam o que seria do número 1416 da Rua Haddock Lobo, os irmãos Facchini surpreenderam a todos e, em apenas dois meses, inauguraram o Catherine.



Comments are closed.