Independência ou morte!

BANDEIRA.jpg

Hoje é feriado nacional. Dia em que o Brasil se desvinculou dos mandos e desmandos de Portugal. Momento marcado pelo grito do imperador D. Pedro I: Independência ou morte!

Em todo o país os desfiles característicos da data reuniram políticos, militares e o povo em algo similar a uma comemoração. Em Brasília, o presidente foi aplaudido e vaiado ao mesmo tempo, demonstrando a incerteza do brasileiro em relação a personagem de Lula.

A história da Independência do Brasil tem muitas nuances obscuras, pontos incertos e fabricações políticas. Quase como aquela outra, de como o país foi “descoberto” por acaso, quando os portugueses buscavam novos caminhos para a Índia.

O Sampaist gostaria de pedir um minuto de reflexão a seus leitores. Viver sem independência é preferível morrer, como diz o artigo do duplipensar, mas será que vivemos uma independência real?

Na Catedral da Sé, cerca de mil pessoas reunidas no Grito dos Excluídos, que neste ano tem como tema “Brasil: na força da indignação, sementes de transformação”, parecem nos mostrar que ainda falta muito para que o 7 de setembro possa ser comemorado com entusiasmo.

O que você acha?

Foto do Flickr cyber girl1



Comments are closed.