Produto interno bruto

busca.jpg

Estréia no dia 29 deste mês mais uma aclamada produção brasileira. “Eu me lembro”, longa do cineasta Edgar Navarro, foi apresentado oficialmente hoje, dia 05, a jornalistas e profissionais do meio em mais uma cabine de imprensa. O evento aconteceu no HSBC Belas Artes, em São Paulo.

O longa foi bastante elogiado pela crítica e, conseqüentemente, premiado em alguns festivais nacionais. “Eu me lembro” foi o grande vencedor do 38º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, que aconteceu em novembro do ano passado. O filme também levou o “Prêmio Carlos Vasconcelos Domingues” de melhor roteiro, promovido pela Secretaria de Turismo e Cultura do Estado da Bahia.

arly.jpg Edgar Navarro usou muito de inspirações autobiográficas para criar o cenário perfeito para o seu longa. Ambientado na década de 60, “Eu me lembro” é um drama que conta a história de Guiga, um garoto que, depois de descobrir a sexualidade ao lado da mãe, precisa lidar com o puritanismo de seu pai. Toda essa “censura” faz com que o protagonista cresça envolto a uma mágoa que, de certo modo, serve de estímulo para a descoberta da literatura, cinema e política.

Embasado na grande movimentação cultural da década, o filme deve mostrar, por um outro prisma, o cotidiano de um jovem que precisa aprender a lidar com a enxurrada de emoções típicas de um período de repressão.

Vale a pena conferir!

Crédito // Foto: Henrique Andrade



Comments are closed.