Se não vamos até a arte, que a arte venha até nós

graffiti.jpg

Há muito que a arte abandou os grupos de elite e passou a realmente fazer seu papel: expressar os sentimentos da sociedade. E foi de olho nessa conotação social que a Coordenadoria da Juventude da Secretária de Participação e Parceria da Prefeitura de São Paulo seguiu adiante com o projeto “Galerias ao Ar livre”.

A iniciativa tem como objetivo levar a mais de trinta e uma regiões do Município as mais diversas manifestações urbanas, valorizando assim os artistas e transformando a típica poluição visual – comum, principalmente, em ano eleitoral – em algo, literalmente, bonito de se ver.

Compõem o projeto graffiti, colagens, música etc. Ao todo mais de 200 “colaboradores” auxiliam na manutenção do “Galerias ao Ar livre”.

As intervenções são as mais diversas possíveis e “embelezam” São Paulo até janeiro do ano que vem. Casa Verde, Mooca, Brasilândia e Cidade Tiradentes são alguns dos bairros que já receberam o projeto. E, pelo que consta, os resultados foram bastante satisfatórios.

No próximo sábado, dia 02, será a vez de São Matheus e Cidade Ademar sediar o “Galerias ao Ar livre”. Além das mostras, estão previstos shows com bandas locais, apresentações de teatro, oficinas de brinquedo e máscaras, feira de artesanato, entre outras manifestações artísticas.

Todo material coletado durante a realização será compilado em um catálogo sobre graffiti. Além da história da arte, será divulgado também um mapa com os locais onde tais intervenções podem ser vistas.

Serviço:
Projeto Galerias ao Ar Livre
2 de Setembro
Horário: 10h
Endereços: Cidade Ademar – Intervenção e show – Av. Yervant Kissajikain, 416
São Matheus – CDM Beto Freitas – Rua Soledade de Minas, 87 (fundo com Av.
Aricanduva).

Imagem//crédito: Flickr jamesbmartini



Comments are closed.