Cacá Diegues is back

WilkerandCaca.jpg Um dos ícones “mor” do cinema nacional, Carlos Diegues, Cacá para os íntimos, estréia no próximo dia 07 seu mais recente projeto, o longa “O maior amor do mundo”.

Produzido por Renata Almeida Magalhães e com participação do ator José Wilker, o filme retrata a vida de um professor universitário que, dias antes de voltar para o Brasil, sua terra natal, recebe a notícia de que possui uma doença fatal.

Segundo Diegues, seu 16º longa é, em sua essência, um road movie. O desenrolar da história acontece nas ruas do Rio de Janeiro e toda a trama é narrada pela perspectiva do protagonista.

movie.jpg“Catálogo de sentimentos” é como o diretor define a trajetória de Antonio (José Wilker). Em seu roteiro, o personagem tem de lidar com as mais controversas emoções, ao longo de apenas 5 dias. Morte, amor, amizade, desejo, além de uma pitada de nostalgia, são temas constantemente explorados em seu novo filme.

Taís Araújo, Sérgio Britto, Léa Garcia, Sérgio Malheiros, Marco Ricca, Deborah Evelyn, Max Fercondini, Clara Carvalho, Anna Sophia Folch, além de muitos outros atores e atrizes em início de carreira, fazem parte do projeto “O maior amor do mundo”.

De certo modo, esse filme se opõe ao fanatismo iluminista, a essa idéia de que a razão absoluta será um dia capaz de tudo pôr sob seu controle, como se fôssemos travestis de Deus. Ao contrário, desde Darwin sabemos que somos mesmo bichos como os outros e nunca deixaremos de sê-lo. Muitas vezes, alguns dos melhores momentos de nossas vidas, momentos de imensa e inesquecível felicidade, nós tiramos é dessa condição mesma de bichos, de nossos corpos e mentes de bichos.

Mas somos bichos muito especiais porque, embora a natureza não tenha nenhum projeto para nós, sofremos a maldição da consciência de estar no mundo e, com ela, o desejo pervertido de mudá-lo. Ainda segundo Darwin, as espécies só se reproduzem porque têm uma esperança de felicidade no horizonte; se não a tivessem, se negariam a reproduzir. É desse otimismo trágico que podemos construir uma nova alegria de viver – Cacá Diegues

Imagem//Crédito: Divulgação



Comments are closed.