Curta só no nome

algumacoisaassim.jpg Começa amanhã, quinta-feira, dia 24, o 17º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo. O evento é considerado um dos mais importantes da categoria e exibe durante 10 dias obras nacionais e internacionais, algumas destaques de importantes festivais como Cannes, Veneza, Berlim, Clermont-Ferrand, Roterdã, Tampere e Sundance.

Durante a mostra, que acontece em 9 salas de exibição tipicamente paulistanas (Centro Cultural São Paulo, CineSesc, Cinusp, Espaço Unibanco de Cinema, Faap, MIS/Sala Multimídia, Museu da Imagem e do Som, Sala Cinemateca, Unibanco Arteplex), atividades paralelas serão desenvolvidas junto a profissionais da área e interessados.

desgostosa.jpgCinema digital e outras vertentes e tendências serão abordadas durante encontros e bate-papos. Este ano o tema do FOCO, programa que ocorre paralelamente ao Festival, será “Conceito e Forma”. Ao todo a mostra é composta por 28 filmes que, de uma maneira ou outra, marcaram as edições anteriores do evento.

A um ano de completar sua “maioridade”, o Festival Internacional de Curtas-Metragens propõe uma reflexão sobre o fazer cinematográfico. Nesses últimos 17 anos, a produção audiovisual passou por mudanças revolucionárias. O vídeo digital se apresenta hoje como um dos mais promissores caminhos para a democratização do acesso à cultura visual – e isso se reflete diretamente no número de inscrições recebidas, tanto de filmes brasileiros como de internacionais

silencio.jpg Cerca de 1500 obras, de 62 países, foram inscritas no Festival deste ano. Desse total, 70 filmes foram selecionados, ou seja, 36 nações serão – muito bem – representadas na mostra.

O Brasil, evidentemente, será ícone e mostrará 122 filmes nacionais, divididos nas mostras Panorama Brasil, Curta o Formato Brasil, Cinema em Curso e Formação do Olhar. Ao final de cada mostra, discussões entre platéia e diretores servirão de estímulo para a fomentação de um cenário mais favorável no que se refere a produção nacional cinematográfica.

O público também participará votando nos melhores trabalhos. Embora os prêmios sejam simbólicos e não tenham nenhum carácter competitivo, os vencedores serão divulgados no encerramento do evento.

Anote na agenda e confira a programação completa do 17º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo.

Créditos//Imagens: Divulgação
1- Alguma coisa assim, de Esmir Filho
2- .Silêncio., de Maurício Pastor Cuencas
3- Desgostosa, de Maíra Sala, Joana Galetti



Comments are closed.