Ah se eu fosse marinheiro…

Capalivro.JPG
Esquecer a casa, jogar tudo para o alto e dar a volta ao mundo? Visitar lugares exóticos, conhecer diferentes culturas, fazer amigos…Para muitos, a idéia é tentadora e freqüente, mas não passa disso: um devaneio para tornar mais leves as pressões do “todo dia ela faz tudo sempre igual”.

Sampaist, mesmo sendo um blog sobre São Paulo, cidade com assuntos para conversas sem fim, adora um tour pelos ist afora, mas sempre voltando para casa no fim das contas.

E, mesmo que de vez em quando a gente queira, nunca conseguimos fazer tudo sempre igual; essa cidade muda o tempo todo!

Mas há vinte anos uma família catarinense levantou âncora, singrou os sete mares e deu asas – ou casco – à idéia de vagar pelo mundo, numa casa móvel.

Vilfredo, Heloisa Schürmann e os filhos Wilhelm, David e Pierre, na época com 7, 13 e 15 anos de idade, abandonaram casa, carro, trabalho, escola e o conforto da terra firme para dois giros no globo a bordo do veleiro Aysso.

“Em Busca do Sonho”, o próximo livro de Heloisa, traz, com toda a paixão do olhar feminino, as experiência vividas em chão ondulante. Foram 10 anos. 118 mil milhas náuticas navegadas e 54 países visitados. Será que tem muita história?

Lançamento dia 16 de agosto, às 19 horas // Livraria da Vila – Casa do Saber, Rua Dr. Mário Ferraz, 414 // Tel.: 11 – 5503 6559



Comments are closed.