Noites do Terror – Parte I

CidadeDestru%C3%ADda.jpg
Ontem à noite cruzamos os portões guardados por gárgulas e fomos
arregalar os olhos e gritar na estréia das Noites do Terror do Playcenter.

O tema do evento, que tem 19 anos de tradição, é O Final dos Tempos. Os monstros foram apresentados no palco principal, com música aterrorizantemente cantada ao vivo e uma dancinha que parecia de go-go boy, e depois desceram para se espalharem pelo parque todo.

Personagens como Nostradamus e Satã dão a visão do terror e os “tradicionais” não perdem a vez: fantasmas e mortos-vivos são presenças dramáticas no ambiente de mistério e medo.

AmazonasdaMorte.jpg
A preparação envolve especialistas em maquiagem, produtores artísticos, diretores e atores de teatro e até carnavalescos.

Colunas de cerca de 6 metros de altura circundando um altar de 3 metros compõem a cenografia da entrada do parque. Ainda neste espaço, quatro esculturas de 3 metros de altura são apresentadas como os Cavaleiros do Apocalipse – imagens inspiradas no filme “As Crônicas de Nárnia”.

Tudo isso funcionou muito bem com Marcela e Carol, as únicas que tiveram coragem de ir e gritavam ou corriam toda vez que um monstro as abordava, saindo de trás de uma árvore ou bradando “morram, saiam do meu caminho”.

Curiosidades
* A bruxa do Castelo dos Horrores (atração fixa do parque), representada por Arlete Menezes, de 75 anos, é uma das personagens clássicas do terror no Playcenter, caracterizada por sua gargalhada apavorante.

* O parque contrata, em média, 100 atendentes temporários para suprir esta demanda. São cerca de 126 atores profissionais atuando como monstros, mutantes, alienígenas e fantasmas.

* Técnicas de alta-costura são utilizadas para confecção dos figurinos.

* Os filmes “Mad Max”, “Alien X Predador”, “Hellraiser” e “Crônicas de Nárnia”, são algumas das referências para a conceituação do tema O Final dos Tempos, além de consultas a materiais históricos, como a Bíblia.

Marginal Tietê, com entrada pela Rua José Gomes Falcão, 20 – Barra Funda // De 05 de agosto a 01 de outubro, aos sábados e domingos das 12h às 21h (durante a semana, o Playcenter abre apenas para excursões) e As Noites do Terror só começam às 18h // R$ 33,00 e não inclui todas as atrações.



3 Responses to “Noites do Terror – Parte I”

  1. E eu com medo de go-go-boys dançando vestido de monstros??
    ah vááá! hahaha

  2. nossaaaaa as noite do terror do playcenter é mt lokooo quase morri do coraçao..foi eu e a turma da minha escola nossa q medoo..eu saia correndo de um lado pro outro toda hora e gritando.. cheguei em casa com a garganta duendo e roca de tanto grita.. mais adoreii amei d+… gostei tanto que vou pela terceira vez amanha…
    posso recomenda para todos irem que é muito bom mesmo…
    alguem ai nao tem medo?
    haha quero so ver se nao vai ter medo no playcenter rssrsrsrs
    vlw galera..
    beijos

  3. Não usem tanta roupa nova(os monstros né) tem de ser algo mais tipo velho. Assusta mais!
    qUANDO FUI VISITAR O PARQUE, SAI DE LÁ DE CABELO EM PÉ, FOI MUITO DIVERTIDO.