Arte e Coexistência no Parque do Ibirapuera

Deniseemusicos.jpg
O tempo nublado e a ameaça de chuva não esfriaram o ânimo do público que compareceu à Praça da Paz para a abertura da exposição “Coexistence”, mostra de arte gigante e itinerante inaugurada no último domingo, dia 27 de agosto, no Parque do Ibirapuera.

Logo na abertura do evento, a atriz Denise Fraga deu as boas vindas e emocionou a todos os presentes, falando sobre paz e coexistência em um mundo repleto de conflitos que não deveriam ir além das idéias.

Em clima de muita harmonia, o público formado por freqüentadores do parque, convidados e autoridades como o Prefeito Gilberto Kassab, o subprefeito da Sé Andrea Matarazzo, o senador Eduardo Suplicy, o publicitário Nizan Guanaes, entre outros, foram recepcionados por David Feffer, Raul Meyer, Anita Pinkuss, Ruy Fischer, William Lohn e demais representantes do Centro da Cultura Judaica.

Quem abriu o programa foi a Orquestra Sinfônica de Heliópolis – Instituto Bacarelli, que apresentou Strauss, Bizet, Carlos Gomes e Mozart.

Logo depois foi a vez da Orquestra Sinfônica Jovem da Fundação CSN interpretando clássicos da MPB.

O momento mais emocionante do espetáculo ficou reservado para o final, quando o grupo Afroreggae, formado por jovens das comunidades carentes cariocas, e a Banda 190 da Polícia Militar do RJ apresentaram juntos uma versão de “Imagine”, canção de John Lennon cedida como música tema da mostra pela viúva Yoko Ono.

Neste momento, todos os presentes deram as mãos e, em uma grande roda, cantaram junto com as bandas a composição do ex-Beatle.

“Esta foi a abertura mais emocionante de todas que já presenciei ao redor do mundo”, comentou a israelense Merav Maor, representante do Museum on The Seam de Jerusalém, instituição curadora da mostra de arte que já esteve em 24 cidades nos mais diversos países.

De 27 de agosto a 26 de setembro, de segunda a domingo, das 5h às 24h // Praça da Paz, Parque do Ibirapuera // Entrada Franca.

Mostra indoor “Coexistence”Galeria do Centro da Cultura Judaica, Rua Oscar Freire, 2500 // De segunda a sexta-feira das 10h às 21h; sábados e feriados das 14h às 19h e domingos das 11h às 19h // Entrada franca

Fotos de Juan Guerra

Dia do blog, dia de links!

Hoje, 31 de agosto, alguém instituiu o que seria chamado de “Blog Day“.

A idéia é que cada blog indique outros 5 blogs aos seus leitores. O Sampaist, que foi recomendado pela Revista Paradoxo, também vai fazer suas indicações.

Querido Leitor - Esse muita gente já conhece, mas vale a lembrança. Blog da física/jornalista Rosana Hermann, é atualizado várias (vááárias) vezes ao dia. Como a própria autora define, seu blog é “especializado em generalidades”, com muitas observações sobre mídia, São Paulo e outras “generalidades”.

Gravatí Merengue - Autor de textos hilários, o são-paulino “Gravata” explora muito bem seu bom-humor diante de certos assuntos. Dois exemplos: o texto “As fãs do Chico Buarque são piores que as do Ricky Martin” e a teoria de que “Chico Xavier é o verdadeiro pai dos mudérnos“.

Quarto piso - – blog pessoal do jornalista Eduardo Viveiros, traz notícias e comentários sobre a cena cultural de Sampa, com destaque para os posts sobre música.

PAlegre e Metroblogging Rio de Janeiro - Dois blogs coletivos com a mesma proposta do Sampaist. Mostram o que há de melhor (e pior) em Porto Alegre e Rio de Janeiro.

Gridskipper - Auto-denominado “o guia urbano de viagens”, é um blog coletivo sobre vários destinos. Atualizado várias vezes ao dia, faz parte da rede de blogs Gawker Inc (também recomendado).

Tal Mãe, Tal Filho!

babyrock1.jpg

Sampa para mamães….modernas!

O nosso lado “consum-Ist” está forte essa semana. A ala feminina do Sampaist não consegue passar longe de um brechó ou de uma liquidação, enquanto a ala masculina se joga nos bazares e na moda mais “esporte”.

Achamos na Vila Madalena (só dá ela! Vila Madalena é o nosso paraíso dos “achados”!) um lojinha incrível. Para menores! Beeem menores. Nem pense em pedir o tamanho 40 ou o sapato 38, e segure seu impulso de levar uma camiseta do Jimmi Hendrix tamanho 4. A camisetinha com a frase “Eu bebo leite” imitando o logo da Coca-Cola é um mimo, mas também não vai passar na sua cabeça.

A loja “Santa Paciência” conseguiu o que toda mãe deseja: poupar os filhos dos macacõezinhos do Bob Esponja! Projeto de Cris Miranda e Taty Takasse, não dá para sair de lá sem querer presentar a amiga que acabou de ter um filho, ou até mesmo comprar por…comprar! Já deu aquela mania de encher o recém-nascido com “body” de time de futebol! Sem falar nas cores “azul e rosa”, que deveriam ser banidas das listas de presente.

As talentosas meninas conseguem deixar as crianças “descoladas”, sem cara de quem assaltou o armário da mãe. Elas vendem peças coloridas, fofas, criativas, modernas, trabalhadas artesanalmente, e com estampas e frases divertidas para crianças de até quatro anos! As peças que mais vendem são o body do Bob Marley, a camisetinha do Hendrix e a “100% Desobediente”. Há também ‘pecinhas’ de designers famosos, luxo.

E olha só! Se você acha que não vale a pena gastar horrores com roupinhas que duram um mês, não tem problema. Ainda não ficou muito popular por aqui, mas existem na cidade brechós de roupas infantis!

O “Era uma vez, outra vez” (tem vitrine virtual no site!), primeiro no ramo, faz parte da linha “brechó chique” e tem até roupinha importada, todas em ótimo estado de conservação. Vários brinquedos estão lá por um preço muito melhor que o das lojas. Para se livrar da sua tonelada de roupinhas estocadas no armário, fale com eles, porque o brechó aceita roupas seminovas por uma coimssão de 50%.

Avisem às amigas!

Dica musical para gestantes e mamães que curtem rock: o site BabyRock Records vende disquinhos com versões “de ninar” de várias bandas de rock! O mini-disquinho do Radiohead com uma versão “lullaby” de “No Susprises” é relíquia. Dá para ouvir online, passe lá.

A ilustração linda que abre o post foi cedida pelo argentino Gaston Caba. Além do site, ele expõe seus trabalhos no Flickr /gastoncaba diariamente.

Santa Paciência: Rua Girassol,170 – Vila Madalena // tel. 3814-9188
Era Uma Vez Outra Vez: Rua Ministro Godói, 1169 – Perdizes // tel: 3812 4310

O que rola….

Para as Crianças: Sábado estréia o espetáculo infantil “Patinho Feio – O Vôo de Andersen” no Centro Cultural São Paulo. A peça é encenada pela pela Cia Teatro Por Um Triz, a montagem narra a vida de Hans Christian Andersen, desde sua infância até o reconhecimento como grande escritor.

CCSP//sala Paulo Emílio Salles Gomes// rua Vergueiro, 1000 – Paraíso// tel: 3383-3422// Sábado, domingos e feriados, às 16h// R$ 6

Espetáculo: Passagem das Horas foi construído a partir do texto poético de Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa. Aborda e desenvolve questionamentos, angústias, pensamentos, desejos e lembranças que permeiam e arrebatam o ser humano em toda a sua existência.

Em cena, a companhia teatral Grupo Trilhas da Arte – Pesquisas Teatrais da Cooperativa Paulista de Teatro com a direção de Antonio Ginco.

Teatro Fábrica São Paulo// Rua da Consolação, 1623// Tel.: 3255-5922// até 16 setembro de 2006// Sextas e sábados às 0h//R$ 20,00; R$ 10,00 meia-entrada

Cinema: Amanhã é dia de estréia da animação “A Casa Monstro”.

Da Folha Online

Na trama, três amigos descobrem que uma casa da vizinhança, além de ser assustadora, tem vida própria e captura qualquer objeto que passe pelo seu jardim. Na casa, mora o personagem de Steve Buscemi, Epaminondas, que é temido por todas as crianças das redondezas. Kathleen Turner, que também participa do filme, faz Constance, mulher de Epaminondas.

***

Ainda continua rolando o Festival Internacional de Curtas apresenta dois filmes premiados em Cannes. O evento propõe uma série de atividades paralelas, que garantem discussões de qualidade e abrem perspectivas não só para o curta, mas para a produção cinematográfica em geral. Debates, encontros e workshops abordam questões técnicas, práticas e políticas em eventos ao longo de toda a programação.

Aqui a Programação Completa

Grátis: Este domingo, não perca o show de no Parque do Ibirapuera com Vanessa da Mata e Lenine.

Área externa do Auditório do Ibirapuera// av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, entrada pelo portão 10// às 11h

coco.jpg

Noite: Hoje tem Leo Jaime no Na mata Café e Coco Rosie na The Week.
Sábado tem Katarse no Dynamite Pub e inauguração do Projeto Purgatory no Jambhala Bar.

Neste Projeto traz nas pick ups Iggor Cavalera ao lado da mulher Laima Leyton entre outros DJs do cenário underground que comandam o som.

Na Mata Café//Rua: da Mata, 70 – Itaim bibi// Tel: (11) 3079-0300// a partir das 21hrs//M-R$ 25 e H-R$ 30

The Week// Rua: Guaicurus, 324 – Lapa// Tel: (11) 3872-9966// R$80 – estudantes pagam meia-entrada

Dynamite Pub// Rua Cardeal Arcoverde, 1857 – Vila Madalena// R$8, nome na lista R$5 – katarse@katarse.com.br// a partir das 20hrs

Jambhala Bar & Lounge// Alameda Franca, 1096 – Jardins// Tel: (11) 3085-1018

Foto de Sebastian Mlynarski no site da Touch and Go/ Quarterstick Records

Ninguém é inocente em São Paulo

ferrez.jpg O escritor Ferréz fuzila todos com sua arma mais incrível: as palavras, que compilam em um livro o que seus olhos marginais captam com maestria pelas ruas.

Expoente da chamada ”literatura marginal”, o autor revela em seu novo livro, “Ninguém é inocente em São Paulo”, o cotidiano trágico, patético e por vezes cômico da periferia.

Ferréz escreve com conhecimento de causa. Assim como seus personagens, ele é morador do Capão Redondo, filho de um motorista e de uma empregada doméstica e vive na pele a violência e a eterna desesperança dos que estão à margem da sociedade.

Neste novo livro, tento mostrar essas duas caras de São Paulo: a que dorme e a que não consegue dormir, conta o autor.

Quando a polícia chega atirando, ele não se abala, registra. Escreve um conto. Um dos vários encontrados na obra. “Moro dentro do tema”, diz.

Sou fã do Ferréz. Através da movimentação que ele chama de literatura marginal, tudo me faz ver nele uma usina poderosa de talento e trabalho, elogia Arnaldo Antunes.

Livraria Cultura do Conjunto Nacional, Av. Paulista, 2.073 // Quinta-feira, dia 31/08, a partir das 19h

PCC faz aniversário e SP teme ataques

PCC.gif

Hoje é o aniversário da fundação da facção criminosa Primeiro Comando da Capital. Treze aninhos de vida! Temendo novos ataques a polícia reforçou a segurança na cidade.

Quer entender como tudo começou? Leia aqui um breve relato da ascensão do grupo criminoso.

A charge é uma colaboração do Renato Machado, o trabalho dele pode ser visto nos sites Spermograma e Humor Sapiens.