Fome de cultura: comeram uma obra de arte inteirinha!

BilauMuBE.jpg Sampaist deu uma passada no MuBE para conferir a montagem da exposição Maison Chocolatier, uma mostra só sobre chocolate.

Notamos algo bem “peculiar” na parte das obras de arte – esculturas, quadros, instalações. Era uma pilha de bilaus de chocolate, branco e preto, todos bidimensionais, chamada “Os Ossos do Barão”.

Dois dias depois, quando voltamos lá na abertura da exposição à visitação pública, já não havia mais “osso” nenhum na mesinha branca, só sobrou o nome.

Perguntamos para uma das monitoras o que aconteceu, e ela contou, consternada, quase de luto, que os convidados do coquetel de abertura na noite anterior estavam circulando calmamente pelos arredores da obra…

…até que um deles pegou um “pedaço da obra de arte” – leia-se um dos pênis – e comeu. Aí foi uma festa, cada um pegou seu exemplar e saiu comendo, até não sobrar nenhum para contar história.

Pobre Barão, essa deve ter doído!
É o fim da arte…



Comments are closed.