Sampaist Fashion Week – A saga continua

PatriciaPillar.jpg Depois de uma pausa, arrumamos o cabelo e voltamos para a São Paulo Fashion Week – ou São Paulo Feng Shui, como disse uma amiga nossa, totalmente a par do assunto do evento – para enfrentar aquele exército de modelos infernalmente altos e bonitos.

Para arejar um pouco, sem medo do PCC, a V.Rom fez um desfile lindamente paulistano, a cara do Sampaist! Foi no Parque da Luz, com som da tradicional Banda do Candinho tocando no coreto.

Alexandre Herchcovitch em sua porção masculina “shot the sheriff” e levou para a passarela uma legião de rastafáris bem mais altos e saudáveis que Bob Marley. Esperamos que sem os piolhos dele também.
V.rom.jpgLino Vilaventura fez acordo com alguma indústria de tecidos furta cor e resolveu usar todos em todas as roupas, adornadas, como se não bastasse tanta cor e brocado, com algumas penas de pavão. Para Clóvis Bornay nenhum botar defeito!

Ronaldo Fraga recriou o universo bem particular de Guimarães Rosa em “A cobra: ri”. Bem mais que uma simples mostra de coleção, o desfile foi um espetáculo. A montagem do piso, com serragem colorida formando uma cobra enrolada num chão de bichos, flores, caveiras e estrelas levou 16 horas. No fim, Fraga encarnou Chacrinha e jogou livros – de isopor – para o público. Tomara que todas as modelos larguem O Pequeno Príncipe e se entreguem a Guimarães.

O lounge da vez foi o do Chic/Eldorado/Estadão, com decoração simpática e bem servido de comidas. Ficamos estabacados lá um tempo, entre um desfile e outro, vendo Alexandra Farah experimentar uma peruca.

Também tomamos um Häagen-Dazs, que nos custou um olho da cara mas trouxe junto todo o glamour de circular segurando um potinho de papelão timbrado com a marca.

E se de brindes a coisa continua fraca e restrita a poucos lounges e primeiras fileiras – vamos lá grandes empresas, hora de patrocinar e fazer o povo feliz com miminhos baratos e que entretém! – os famosos passaram uma “maquilagem” e foram para a Bienal. Teve Ana Paula Padrão, Patricia Pillar, Leonardo Miggiorin, Daniel Oliveira, Talma de Freitas, Ricardo Mansur (agora sócio da V.Rom), circulando, fotografando e acenando.

Dica de moda prêt-à-porter para a balada? Bucha no cabelo!



5 Responses to “Sampaist Fashion Week – A saga continua”

  1. hahahaha
    muito bom. não rolou nem uma Melissinha pra gente, hein?

  2. Não, mas não percamos as esperanças! Amanhã vou fazer plantão no Lounge Melissa para descolar umas para o naipe feminino do Sampaist!
    Rs

  3. Quem foi essa amiga que falou isso do evento mais pop do mundo?!!? ai ai ai…auhauahuahuauahua
    Adorei o blog!! Vou visitar sempre…e indicar tmb!

    bjão!

  4. Ih, menino… A onda agora é Paulo Coelho, largaram o pobre do ET loirinho de lado… :D

  5. Pô, nem vi vocês pelo lounge.