Mais mulheres no metrô

linhaverde.jpg

Uma reportagem do “O Globo” indica que “mais mulheres estão utilizando o metrô de Sampa”. De acordo com a matéria, a participação das mulheres entre os usuários metrô subiu de 46%, em 2003, para 50% no ano passado.

Uma pesquisa do metrõ divulgada na semana passada mostra que o motivo principal do aumento de mulheres nas composições é a “crescente aboserção da mão-de-obra feminina no mercado de trabalho”.

A linha 2 (verde), que liga a estação Vila Madalena até a recém-inaugurada Chácara Klabin, cortando toda a Avenida Paulista, é a que tem o maior número de mulheres (56%). No estudo do metrô, os usuários da linha verde também aparecem com os melhores índices socioeconômicos e representam a maior concentração de passageiros de classe média alta.

O Sampaist já falou sobre o crescimento do número de passageiros no metrô paulistano e acredita que aumento no número de mulheres apenas reflete a maior participação delas na sociedade. Ou seja: mais mulheres nos carros, nos ônibus, no metrô, nos trens, nos aviões… E nem precisa de pesquisa pra saber isso!



Comments are closed.