Julgamento de Suzane é adiado

Os advogados de Suzane von Richthofen deixaram a sala onde ocorria o julgamento do assassinato do casal Manfred e Marísia von Richthofen e conseguiram adiar o júri até julho. A defesa alega que uma testemunha chave, que está no exterior, não poderia comparecer, prejudicando Suzane.

O advogado de Cristian e Daniel Cravinhos não compareceu ao Fórum da Barra Funda, zona oeste da cidade, e o julgamento dos dois irmãos foi adiado para o dia 17 de julho deste ano.

Atualização em 16h36



Comments are closed.